Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Sport aproveita expulsão de goleiro e vence Bahia na Ilha do Retiro

Recife (PE)

O jogo parecia morno, mas um lance capital, no início do segundo tempo, mudou o cenário na Ilha do Retiro, encaminhando a vitória do Sport na noite desta quarta-feira. Ema uma partida que era equilibrada até o momento, o time pernambucano aproveitou a expulsão do goleiro Marcelo Lomba, soube explorar a vantagem numérica em campo e derrotou o Bahia por 1 a 0, na despedida das duas equipes antes da parada para a Copa do Mundo.

O resultado desta quarta-feira deixa o Sport ainda mais próximo dos quatro primeiros colocados. O time pernambucano ocupa a oitava colocação, com 14 pontos, dois a menos do que os times que ocupam o G-4. O Bahia, por sua vez, chega ao sexta jogo sem vencer, sendo quatro derrotas consecutivas, e fica muito próximo da zona de rebaixamento, com apenas oito pontos.

Após a tensa partida desta quarta-feira, as duas equipes voltam a campo apenas após a parada para a Copa do Mundo. Neste primeiro momento, a 10ª tem todos os jogos marcados para o dia 16 de julho, mas isto ainda será definido pela CBF. Os adversários, no entanto, já estão certos: o Sport recebe o Botafogo, enquanto o Bahia encara o São Paulo.

O jogo - Ciente de que ficará um bom tempo sem ver sua equipe em campo, a torcida do Sport compareceu em bom público à Ilha do Retiro e jogou junto desde os primeiros minutos da partida. Ainda assim, a postura agressiva do time da casa era pouco para incomodar de forma efetiva o Bahia, que se limitou a descer em lances pontuais ao longo do primeiro tempo.

Com espaço para atacar pelas laterais, Renê, pela esquerda, e Patric, pela direita, levavam vantagem sobre os seus marcadores. Em uma jogada deste tipo, o Sport criou sua melhor chance de perigo. Após o cruzamento para o meio da área, Durval escorou de cabeça, Ewerthon Páscoa completou na pequena área, mas desviou por cima do travessão de Marcelo Lomba.

Esta foi a melhor e única chance construída pelo Sport no primeiro tempo, que chegou a assustar Marcelo Lomba em um cruzamento despretensioso de Renê, que tomou a direção do gol e exigiu boa defesa. O Bahia, por sua vez, pouco produziu, chegou a assustar em alguns lances, mas nada que fizesse Magrão trabalhar ao longo dos 45 minutos iniciais.

Se o primeiro tempo foi morno, o início da etapa complementar mostrou que o jogo seria outro. Logo aos seis minutos, Pará escapou da marcação, avançou em direção ao gol, e Magrão precisou sair do gol, cometendo falta sobre o baiano. O árbitro, porém, não foi rigoroso com o goleiro do Sport, aplicou apenas o cartão amarelo, gerando muita revolta por parte do time adversário.

Desta forma, Marcelo Lomba deixou o gol e foi reclamar com o árbitro do outro lado do campo. A postura custou caro: o goleiro recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Sendo assim, o time visitante foi obrigado a sacrificar Emanuel Biancucchi, colocando Douglas Pires na partida. O reserva de Lomba se tornaria o nome do jogo nos minutos seguintes.

Com um jogador a mais, o Sport passou a pressionar o seu adversário e só não inaugurou o marcador logo depois da confusão porque Douglas Pires mostrou estar em dia inspirada. Aos 13, Augusto mandou a bomba de fora da área e o goleiro fez a defesa. Na sequência, Ewerthon Páscoa também teve o seu chute desviado. Por fim, Neto Baiano foi parado pelo arqueiro tricolor.

O goleiro reserva salvou enquanto pôde, mas não evitou o gol de Mike, aos 27 minutos. Em seu primeiro lance no jogo, o jovem atacante do Sport aproveitou o cruzamento rasteiro da esquerda, percebeu que ninguém conseguiu desviar e apareceu para completar ao fundo das redes. Com o gol, o jogo se encaminhou com tranquilidade, o Bahia teve mais um jogador expulso, o lateral Roniery, e não ofereceu qualquer tipo de reação.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade