Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

"Talismã" belga, Origi exalta Hazard e diz "não acreditar" no gol decisivo

Rio de Janeiro (RJ)

Inoperante na referência ofensiva belga, o centroavante Lukaku acabou substituído pelo técnico Marc Wilmots aos 12 minutos do segundo tempo, para dar lugar a Origi. No final da partida, que se encaminhava para um 0 a 0, com direito à vaias e insatisfações nas arquibancadas do Maracanã, o camisa 17 aproveitou um belo passe de Hazard e concluiu firme para vencer o goleiro soviético Akinfeev. O gol não promoveu apenas a vitória, mas também a classificação dos diabos vermelhos para o mata-mata da Copa do Mundo.

Após o lance histórico, o jovem dianteiro do Lille-FRA expôs sua satisfação, mas também disse não acreditar no lance: “A ficha ainda não caiu para mim. Não creio em tudo o que aconteceu aqui. É um lance que ficará marcado para sempre, mas o que importa é a nossa classificação para as oitavas de final. Traçamos esse objetivo durante os treinamentos e tivemos garra para conquistá-lo”, sintetizou.

Adiante, o jovem de 19 anos aproveitou para enaltecer o camisa 10 Hazard, autor da assistência para o seu tento: “Ele nos ajudou bastante, desde o início do jogo. Comandou bem as nossas ações. Ali no lance eu procurei ficar mais recuado, justamente para receber esse passe para trás. Eu concluí bem em gol, mas o trabalho foi todo dele. É um grande jogador”, exaltou.

Já classificada, a Bélgica apenas cumpre tabela na última rodada, quando mede forças com a Coreia do Sul, na Arena Corinthians. O duelo em solo paulistano está marcado para esta quinta-feira, às 17 horas (de Brasília). Completa o Grupo H, no mesmo dia e horário, o encontro entre Argélia e Rússia, na Arena da Baixada, em Curitiba-PR.

AFP
Aposta de Marc Wilmots, o jovem Origi, de 19 anos, foi o herói do triunfo belga sobre a Rússia no Maracanã