Futebol/Copa 2014 - ( )

Técnico da Costa do Marfim pede demissão após eliminação precoce

Fortaleza (CE)

Após amargar a eliminação na fase de grupos da Copa do Mundo, o técnico da Costa do Marfim, Sabri Lamouchi, anunciou sua demissão. O ex-meia da seleção francesa expôs a decisão na sala de imprensa da Arena Castelão, após o revés africano para a Grécia, pelo placar de 2 a 1.

“Meu contrato com a Costa do Marfim termina neste Mundial e não vou continuar. Vocês entendem bem o motivo...não tivemos sucesso na Copa de 2010, tão pouco nessa. Minha história nesta seleção acaba lamentavelmente por aqui”, sintetizou.

Adiante, Lamouchi discorreu enfaticamente sobre a derrota, que rendeu a histórica classificação grega para o mata-mata do Mundial: “Foi um cenário cruel, mas os gregos não roubaram a nossa vaga. Um minuto antes do pênalti, tivemos uma chance de matar o jogo e não conseguimos. Uma competição tão importante como essa acaba sendo decidida nos detalhes”, finalizou.

Em solo cearense, Andreas Samaris inaugurou o placar em favor dos gregos, aos 42 minutos da primeira etapa. No período complementar, Wilfried Bony, centroavante que defende o galês Swansea City, deixou o placar na igualdade. Porém, nos acréscimos, Samaras venceu Barry em uma cobrança de pênalti e decretou o fim da caminhada laranja.

A Costa do Marfim se despede no terceiro posto do Grupo C, com apenas três pontos, oriundo de uma vitória – contra o Japão, na estreia – e duas derrotas. Na chave, avançaram para o mata-mata as seleções da Colômbia (9) e da Grécia (4). A lanterna ficou a cargo dos nipônicos, que somaram apenas uma unidade.

AFP
"Minha história nesta seleção acaba lamentavelmente por aqui”, disse o técnico francês Sabri Lamouchi