Futebol/Copa 2014 - ( )

Técnico de Camarões se irrita com rumor sobre entrega de resultado

Helder Júnior, enviado especial Brasília (DF)

O técnico alemão Volker Finke parecia não ter acreditado quando ouviu uma pergunta em português sobre uma possível manipulação de resultado no jogo entre Camarões e Brasil, nesta segunda-feira, no Mané Garrincha. Sem confiar no sistema de tradução simultânea, chegou a pedir auxílio para um funcionário da Fifa para assimilar a questão. E mostrou-se irritado logo em seguida.

“Isso é um rumor. É a primeira vez em que estou ouvindo falar sobre isso. Não estou com muito tempo para ler os jornais, é claro, mas conheço bem a minha equipe. Isso seria impossível. Não precisamos ter esse tipo de suspeita com Camarões”, rebateu Finke.

Foi a própria Fifa, contudo, que colaborou com o boato. Ralf Mutschke, chefe de segurança da entidade, classificou Camarões como uma seleção vulnerável a entregar o resultado de um jogo contra os anfitriões da Copa do Mundo. Afinal, o time africano já está eliminado, convive com brigas dentro do elenco e quase não viajou ao Brasil por indefinição de valores de premiação.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
De acordo com Volker Finke, não é necessário "ter esse tipo de suspeita com Camarões"
Quando foi questionado novamente sobre uma possível manipulação, o técnico alemão de Camarões respirou fundo e externou a sua impaciência. “Isso não é do meu campo de atenção. Amo o futebol jogado dentro de campo e vou passar ao largo de perguntas como essa”, avisou, tentando encerrar o assunto.

Camarões ocupada a lanterna do grupo A do Mundial após derrotas por 1 a 0 para o México (que teve dois gols anulados) e por 4 a 0 para a Croácia. A Seleção Brasileira lidera com 4 pontos, consequência da vitória por 3 a 1 sobre os croatas e do empate por 0 a 0 com os mexicanos.