Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Técnico do Brasil lembra que fez alerta sobre o Chile antes da Copa

Helder Júnior, enviado especial Belo Horizonte (MG)

O técnico Luiz Felipe Scolari não se surpreendeu com as dificuldades encontradas pela Seleção Brasileira para avançar às quartas de final da Copa do Mundo. Após a dramática vitória sobre o Chile nos pênaltis, com empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, ele voltou a lembrar que já alertava sobre a periculosidade do adversário há bastante tempo.

“No sorteio dos grupos da Copa, eu disse que haveria uma grande dificuldade em um confronto desse”, comentou Felipão, assim que se posicionou na sala de entrevistas coletivas do Mineirão. “Foi um jogo muito equilibrado, com chances de gol para os dois lados. O equilíbrio foi tanto que decidimos nos pênaltis. Isso não desmerece o Chile, brilhante também, mas valoriza o nosso comportamento e a busca pela classificação”, acrescentou.

Mesmo prevenido para os problemas que o Chile poderia causar ao Brasil, Felipão sofreu além do esperado. O time adversário teve diversas chances para conquistar a vitória com a bola rolando, a última delas com um chute no travessão, de Pinilla, já no final do segundo tempo da prorrogação.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Brasil teve muita dificuldade nas oitavas contra o Chile, da forma como Felipão imaginava
“A Copa do Mundo está apresentando jogos emocionantes, equilibrados, com coisas que ninguém imaginava, como a classificação da Costa Rica e o Chile eliminando os campeões mundiais. Em partidas assim, quem não aproveita as suas chances pode pagar caro. Poderíamos ter pagado caro com aquela bola na trave. É o ensinamento que fica”, afirmou o treinador brasileiro.

Ainda assim, Felipão fez questão de observar que a sua equipe não será a única a aprender com o sofrimento em uma Copa do Mundo. “Provavelmente, nesta e na outra fase do torneio teremos mais definições nos pênaltis. Podem ter certeza disso”, sorriu, satisfeito, o quadrifinalista.