Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Tentamos de todas as formas, garante Bougherra após eliminação

Porto Alegre (RS)

Guerreiros. Essa é palavra que define quem são os jogadores argelinos que estiveram em campo nesta segunda-feira na dramática derrota para a Alemanha pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Após o revés por 2 a 1, o zagueiro Madjid Bougherra garantiu que a Argélia fez tudo o que pôde no Mundial e espera uma melhora da seleção nos próximos anos.

“Estou orgulhoso da partida que fiz, das pessoas, da equipe. Tivemos boas condições de vencer. Acho que mostramos ao mundo inteiro que a Argélia tem uma grande equipe e merece ser respeitada. O valor dos jogadores argelinos tem que aumentar no mercado. Graças a Deus os brasileiros estiveram ao nosso lado e agora podemos falar de bom futebol”, analisou.

Em meio à comemoração do Ramadã, época sagrada para os países de cultura mulçumana, o jogador espera que todos em seu país possam disfrutar de bons momentos ao lado da família. “Tentamos de todas as formas, tentamos atacar. Desejamos um bom Ramadã a todos os argelinos. Tentamos de tudo”, disse.

Bougherra garante que, mesmo derrotado, o elenco levará na bagagem uma grande experiência e que, quem sabe no futuro, chegará de maneira inédita às quartas de final de uma Copa do Mundo.

“Vivemos coisas boas aqui. Temos uns cinco ou seis anos para melhorar. Estou ficando velho, mas espero poder ainda acompanhar o time. Foi uma grande experiência para a equipe”, finalizou o jogador de 31 anos.

AFP
Mesmo aos 31 anos, Bougherra espera poder ajudar Argélia a disputar mais Copas do Mundo