Futebol/Copa 2014 - ( )

Thiago Silva cobra divulgação de pênalti não marcado para o Brasil

Helder Júnior, enviado especial Fortaleza (CE)

Na condição de capitão, o zagueiro Thiago Silva assumiu a incumbência de porta-voz de uma campanha para a Seleção Brasileira não ser prejudicada pela arbitragem na Copa do Mundo. Ele se animou quando foi questionado sobre o assunto após o empate sem gols com o México, em que o lateral esquerdo Marcelo reclamou bastante de um pênalti não marcado pela arbitragem.

“Foi bom falar nisso. No último jogo, a primeira pergunta que me fizeram foi sobre a arbitragem. Agora, só me perguntaram sobre isso depois de um monte de outras questões”, comparou Thiago Silva, referindo-se às duras críticas por causa de um contestável pênalti sobre o centroavante Fred na vitória por 3 a 1 contra a Croácia.

Para amenizar as teorias da conspiração que surgiram na abertura da Copa do Mundo, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) chegou até a fazer Fred gravar um vídeo para afirmar que não se jogou no lance polêmico. Marcelo também jura que foi derrubado contra os mexicanos.

“Contra a Croácia, todo o mundo falou que não foi pênalti. Contra o México, posso afirmar com certeza que foi. Estava lá atrás e vi. Sou um jogador que pouco fala de arbitragem, mas é bom falar um pouquinho agora. A imprensa também deve falar, divulgar. Se olharem bem, a arbitragem teve influência no nosso empate. Não concretizamos a nossa classificação já agora por causa disso”, atacou Thiago Silva.

Wagner Carmo/Gazeta Press
Thiago Silva creditou ao árbitro turco Cuneyt Cakir o primeiro tropeço da Seleção Brasileira na Copa
Mais do que a arbitragem, a grande atuação do goleiro mexicano Ochoa brecou a Seleção Brasileira no Castelão. O próprio Thiago Silva teve a última grande oportunidade de gol do jogo e parou na defesa do adversário. “Mas o que é meu está guardado!”, sorriu o capitão, lembrando de sua primeira função. “O mais importante é que a defesa, que sofreu algumas críticas contra a Croácia, saiu-se bem agora.”