Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Thiago Silva faz alerta e define Camarões como “time traiçoeiro”

Helder Júnior, enviado especial Brasília (DF)

O zagueiro Thiago Silva foi bastante respeitoso ao falar sobre a já eliminada seleção de Camarões, que enfrentará o Brasil nesta segunda-feira, no Mané Garrincha. Sem se deixar levar pelos problemas do adversário, que sofre com a lesão do astro Samuel Eto’o e com brigas internas, o capitão brasileiro recorreu ao seu histórico contra os jogadores africanos para fazer um alerta.

“Para confirmar a nossa classificação, teremos que fazer um grande jogo contra Camarões, que é um time traiçoeiro e joga muito bem. Já enfrentei vários jogadores deles na França e conheço a qualidade. Sei que, para não ser surpreendido em casa, o Brasil deverá estar atento”, advertiu o defensor do Paris Saint-Germain.

O discurso de Thiago Silva foi observado de perto pelo técnico Luiz Felipe Scolari, que se mostrou satisfeito com a preocupação do capitão. Felipão usou quase toda a sua entrevista coletiva deste domingo para avisar que a classificação da Seleção Brasileira para as oitavas de final ainda não é uma certeza.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Thiago Silva espera estar com este semblante ao fim do confronto com os camaroneses
Apesar do respeito a Camarões, Felipão e os seus comandados não admitem ouvir críticas ao Brasil. “Estamos acostumados com a pressão. O que nos chateia são alguns comentários mal-intencionados, que não me afetam, mas incomodam a família de todos nós. Só que temos a cabeça no lugar”, disse Thiago Silva, disposto a melhorar contra os traiçoeiros camaroneses.

“Queremos passar ao mundo a impressão de uma equipe bem coesa, que joga um futebol coletivo. Tivemos algumas dificuldades nas últimas partidas, mas isso é normal em uma Copa do Mundo. Não há jogo fácil para ninguém. Chegamos até aqui com comprometimento. Continuando assim, poderemos ir ainda mais longe”, vislumbrou o zagueiro.