Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Torcedores chilenos que invadiram Maracanã terão de deixar o Brasil

Rio de Janeiro (RJ)

Os 85 torcedores chilenos que invadiram o Maracanã nesta quarta-feira, durante o jogo da seleção de seu país contra a Espanha terão de deixar o Brasil. Caso a ordem, dada pela Polícia Federal (PF), não seja cumprida, eles serão deportados.

“Em relação aos torcedores estrangeiros que invadiram o Centro de Mídia no Maracanã nesta quarta-feira (18/06), a Policia Federal informa que notificará os 85 indivíduos a deixar o país em um prazo máximo de 72 horas. A ação encontra respaldo no Estatuto do Estrangeiro. Caso não cumpram a notificação, os torcedores estrangeiros estarão sujeitos à deportação sumária pela Polícia Federal”, declarou a PF, em nota oficial.

De acordo com a Polícia Militar, 85 torcedores acabaram detidos após invadirem o centro de imprensa do estádio do Maracanã. O incidente foi registrado por volta das 15 horas (de Brasília), cerca de uma hora antes da partida vencida pela seleção chilena.

Além da invasão, os torcedores chilenos provocaram a destruição do local. Duas paredes chegaram a ser derrubadas e uma porta destruída antes que seguranças particulares controlassem a situação.