Futebol/Copa 2014 - ( )

Vaiado, Diego Costa diz que fez sua escolha e brasileiros "têm direito"

Salvador (BA)

Diego Costa chegou a disputar dois amistosos pelo Brasil antes de optar pela Espanha, seleção que defende na Copa do Mundo. O sergipano naturalizado europeu fez estreou no Mundial de seu país de origem, na tarde de sexta-feira, e foi vaiado desde o aquecimento no gramado.

“Como eu pude escolher com quem jogar, eles têm o direito de fazer o que quiserem”, resumiu o atacante, que não se desentendeu só com o público. Ele passou boa parte do jogo na Fonte Nova discutindo com De Vrij e Martins Indi e, embora tenha cavado o pênalti que abriu o placar, viu a Holanda triunfar por 5 a 1.

“Sabemos que temos que passar por essa situação. Não foi um bom dia e pronto, precisamos pensar na próxima partida. Podemos dar muito mais, e a equipe mostrou no primeiro tempo que pode ter um bom desempenho”, afirmou o centroavante, substituído aos 17 minutos da etapa final.

Edson Ruiz/Gazeta Press
Diego Costa comemorou o gol de Xabi Alonso antes de ver a Holanda marcar cinco vezes na Bahia
A Espanha vencia até os 43 minutos, quando Van Persie recebeu um belo lançamento de Blind e igualou de cabeça. Após o intervalo, Robben virou o jogo – aproveitando novo passe preciso de Blind – e os holandeses contragolpearam até construir uma goleada por 5 a 1. Poderia ter sido mais.

O atual campeão mundial voltará a jogar na próxima quarta-feira, no Maracanã, contra o Chile, que venceu a Austrália na estreia. Qualquer resultado diferente de uma vitória deixará os comandados de Vicente del Bosque em maus lençóis, e uma derrota provavelmente significará a eliminação matemática.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade