Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Volante da Itália acha natural vitória do Chile: “Não há equipe imbatível"

Mangaratiba (RJ)

A vitória por 2 a 0 do Chile sobre a Espanha não é encarada como algo fora do comum pelo volante Thiago Motta. O jogador da Itália acredita que o resultado que culminou na eliminação da Fúria é normal em um esporte como futebol, no qual ambas as equipes em campo tem a mesma chance de triunfo.

Para isso, o meio-campo lembrou a primeira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo de 2014. A Costa Rica acabou com a primeira colocação após uma vitória por 3 a 1 sobre o Uruguai e a Itália ficou com a segunda posição depois de vencer a Inglaterra por 2 a 1 e, portanto, não superar o saldo de gols dos sul-americanos.

“No futebol de hoje, não há uma equipe que seja imbatível. Na maioria das partidas, a chance é de 50% para cada um. É como a Costa Rica. É um grande time e jogou muito bem. São grandes jogadores pelo que fazem em campo”, destacou Thiago Motta em entrevista coletiva.

Nesta sexta-feira, a seleção da Itália encara a Costa Rica as 13 horas (de Brasília), na Arena Pernambuco, em Recife. A vitória é essencial para a Azzurra se classificar para as oitavas de final do Mundial no Brasil. Assim, o volante pede foco e atenção aos companheiros de elenco.

“A Costa Rica joga bem, principalmente no ataque. Verticalizam muito o jogo e são velozes. Eles estão mais habituados a jogar com o clima que teremos. Será uma partida muito difícil pelo entusiasmo e a qualidade dos jogadores deles. Temos que jogar como se fosse uma final”, finalizou Motta.