Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( - Atualizado )

Xabi Alonso admite Fúria desorientada em campo, mas mostra confiança

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

Digerir a derrota por 5 a 1 para o Holanda, na estreia pela Copa do Mundo 2014, tem sido um dos desafios da Espanha, que se apronta para o segundo desafio, diante do Chile, quarta-feira, no Maracanã. Em entrevista coletiva na manhã deste domingo, no CT do Caju, em Curitiba, o volante Xabi Alonso falou sobre confiança e a necessidade de corrigir as falhas apresentadas.

“Melhora conforme as horas passam. Vamos seguindo vendo o que temos que corrigir. Confiamos no grupo, nesta equipe. Ganhamos esse direito de que confiem em nós. Temos a condição de mudar as coisas rapidamente se não cometermos erros”, afirmou o jogador, prevendo um clima de decisão. “Creio que o Chile é muito agressivo, muito intenso. Depois da partida contra a Holanda, colocamos que ser a uma final para nós, somente a vitória interessa”, acrescentou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Xabi Alonso tenta a jogada na goleada sofrida contra a Holanda, na estreia da Copa do Mundo
Experiente, Xabi, um dos criticados por sua movimentação contra a Laranja, garante que a Fúria não teve problemas físicos e confessa que o time ficou completamente perdido em campo após tomar o terceiro gol. “Depois dos 3 a 1 tivemos mais um time jogando com coração, não com a cabeça, nos desorientamos. Não foi uma questão física. E a Holanda se aproveitou da situação. Foi uma sensação de desorientação acima de tudo”, explicou.

Defendendo o grupo das críticas sobre o suposto fim de uma geração, o volante garante que o grupo ainda tem futebol para mostrar e está unido pelo mesmo objetivo. “O caminho ainda não terminou, temos vida e podemos mostrar que temos muitas coisas a oferecer. Podemos competir, apesar do mal resultado diante da Holanda. Temos que ir com mais intensidade. Ou ficamos juntos ou vamos todos para a casa”, finalizou.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade