Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Amarildo não vê substituto para Neymar e lamenta ausência de Robinho

São Paulo (SP)

O ex-atacante Amarildo, responsável por substituir Pelé na Copa do Mundo de 1962, ficou preocupado com a lesão sofrida por Neymar nesta sexta-feira, pois não vê no elenco de Luiz Felipe Scolari um jogador capaz de substituir o camisa 10. Elogiado por seu desempenho na vaga do Rei do Futebol na conquista do bicampeonato da Seleção Brasileira, o ex-jogador acredita que a equipe sentirá a falta de seu astro.

“Naquela época, havia um celeiro de craques, e o Brasil poderia fazer dez seleções, uma quase igual à outra. Agora é diferente, estamos falando de um jogador jovem, promissor, que, infelizmente, sofreu uma contusão que pode enfraquecer nossa Seleção, porque não temos outro jogador como ele. Antigamente, saía um e entrava outro, mas, agora, a diferença é muito grande”, avaliou o ex-atleta, à rádio ESPN.

Amarildo entende que o substituto ideal para o camisa 10 seria Robinho, que não foi chamado para o Mundial. “No momento, não sei indicar quem entrará. Se tivesse sido convocado, poderia ser o Robinho, que tem a característica do Neymar. Poderia não mudar quase o estilo de jogo da Seleção, mas isso tem que ser deixado de lado. Quem entrar no lugar dele tem de fazer de tudo para que não se sintam sua ausência.”

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Amarildo foi muito bem na vaga de Pelé, mas acha que atual elenco não tem substituto para Neymar
Conhecido como o Possesso, Amarildo assumiu a vaga de titular do Brasil na terceira partida da Copa, depois que Pelé se lesionou, e marcou logo dois gols na vitória por 2 a 1 sobre a Espanha. Apesar de o destaque da Copa ter sido Garrincha, o ex-atacante também deixou sua marca na decisão, contra a Tchecoslováquia.

Já Neymar esteve em campo até as quartas de final, nesta sexta-feira, quando teve de ser substituído aos 42 minutos do segundo tempo, depois de ter sofrido uma joelhada de Zúñiga nas costas. Os exames detectaram que o atacante sofreu uma fratura na terceira vértebra lombar e está fora da Copa do Mundo.

As opções no elenco de Felipão para a vaga são Willian, Bernard e Ramires. Apesar de lamentar pela ausência de Robinho, Amarildo dá seu conselho ao escolhido para jogar a semifinal, contra a Alemanha, na terça.

“Não pode pensar que está substituindo Neymar, tem de pensar em jogar seu melhor futebol, para demonstrar que foi convocado porque merece. O compromisso mais importante é com ele mesmo, com seu orgulho, para que os torcedores brasileiros não sintam a falta de Neymar”, completou.