Futebol - ( - Atualizado )

Com concorrência dura, garotos do Corinthians trabalham por chance

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Está difícil a concorrência para os mais jovens jogadores do elenco do Corinthians, mas eles têm esperança de encontrar seu espaço. Com a promessa do técnico Mano Menezes de que haverá oportunidades no segundo semestre, Guilherme Arana e Malcom, de 17 anos, trabalham com afinco no CT do Parque Ecológico.

“Temos que trabalhar. Estou trabalhando para abraçar a oportunidade quando ela aparecer”, afirmou Arana, que até agora só atuou uma vez como profissional, no finalzinho de um amistoso com o Atlético-PR. Fábio Santos e Uendel estão à sua frente no elenco.

Como o lateral esquerdo, o atacante Malcom subiu de categoria após a boa campanha alvinegra na Copa São Paulo de juniores deste ano. Ele já foi utilizado na parte derradeira de algumas partidas e, dos garotos – o meia Zé Paulo é o outro dos que chegaram neste ano –, é o único que tem treinado no segundo time.

Divulgação/Agência Corinthians
Malcom tem feito de tudo para conquistar o seu espaço (foto: Daniel Augusto Jr. - 26/4/14)
“No dia a dia, a gente tem que mostrar trabalho. Nós, que somos jovens e subimos agora, temos que trabalhar firme, fazer nosso papel e esperar a oportunidade. Não tem muito o que falar. Quando ela chegar, precisamos agarrar”, comentou, repetindo o companheiro.

Com Romarinho em recuperação de dores no pé direito – o que levou Luciano ao time titular ao lado de Guerrero –, Malcom tem formado a dupla reserva com outro jovem, o recém-chegado Ángel Romero. O paraguaio de 21 anos ainda é muito tímido, mas recebe elogios do companheiro.

“A qualidade dele é se aproximar muito bem. Ele dá a linha de passe para você fazer o toque. É um grande jogador, espero dar certo com ele”, disse o mais novo, que ainda pode ganhar outro concorrente para o ataque. O Corinthians segue em negociações por Marcelo, do Atlético-PR.