Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Com De Jong fora da Copa, Holanda aposta na força dos suplentes

Rio de Janeiro (RJ)

Nigel de Jong sofreu uma lesão na virilha na vitória da Holanda sobre o México por 2 a 1, e como precisa de pelo menos duas semanas para se recuperar, está fora da Copa do Mundo. Titular absoluto no meio-campo da Laranja Mecânica, o corte do volante preocupa o técnico Van Gaal, mas o banco de reservas holandês está bem reforçado.

Os reservas já foram responsáveis por quatro gols decisivos na campanha da Holanda nesta Copa do Mundo. Na segunda rodada da fase de grupos, quando os holandeses bateram a Austrália por 3 a 2, o gol da vitória foi marcado por Memphis Depay, que havia entrado no lugar do titular Martins Indi.

No duelo contra o Chile, Depay voltou a ter papel fundamental. O jogador saiu do banco de reservas e foi o autor do segundo gol da vitória por 2 a 0 contra a equipe sul-americana. O primeiro gol saiu pelos pés do também suplente Leroy Fer.

No confronto decisivo contra o México pelas oitavas de final, a Holanda começou mal e saiu perdendo. Van Gaal alterou o sistema ofensivo da equipe e colocou Huntelaar na vaga de Van Persie aos 31 minutos do segundo tempo. O atacante, além de dar assistência para o primeiro gol de Sneijder, marcou, de pênalti, o gol da virada que garantiu a classificação de sua equipe.

Assim, mesmo com o corte de um dos pilares da defesa holandesa, a seleção confia que a força dos jogadores reservas vai suprir a ausência de De Jong.

“Foi uma grande perda a lesão de De Jong. Mas acho que nessa Copa do Mundo já mostramos que todos os jogadores vindos do banco podem influenciar no time. Todos podem entrar e ir bem”, observou Robben.

De Jong se pronunciou sobre a saída da Copa do Mundo através de seu Twitter. “Estou devastado com as novidades sobre a minha lesão. Muito triste, mas isto também faz parte do esporte.” O jogador disse que vai seguir com a equipe e chega a demonstrar esperança em uma recuperação mais rápida. “Vou trabalhar bem na minha recuperação e manter minha esperança. Jogando ou não, lesionado ou não, vou continuar com o grupo porque todos viemos aqui com uma missão e vamos continuar a cumpri-la”, declarou o volante.

Van Gaal tem a opção de colocar De Guzmán, mas contra o México o treinador optou pela entrada de Indi jogando pela esquerda, colocando o lateral Bling para jogar no meio com o auxílio de Kuyt na proteção.

A Holanda treina nesta quarta-feira na Gávea e na quinta embarca para Salvador, onde encara a Costa Rica pelas quartas de final na Arena Fonte Nova, no próximo sábado.

AFP
Ao lado de Robben, De Jong trabalha em sua recuperação e mantém as esperanças