Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Com prisão decretada, dirigente acusado de revender ingressos da Copa foge

Rio de Janeiro (RJ)

O diretor executivo da Match, única empresa autorizada pela Fifa a revender ingressos da Copa do Mundo, fugiu do hotel em que está hospedado antes da chegada da Polícia Civil ao local, que estava com a ordem de prisão de Raymond Whelan em mãos.

A Justiça do Estado do Rio de Janeiro aceitou a denúncia do delegado Fábio Baruke e decretou a prisão preventiva do inglês nesta quinta-feira. O CEO da Match teria fugido pela porta dos fundos do Copacabana Palace, onde toda a cúpula da Fifa está hospedada durante o Mundial.

O inglês é acusado de ser o mentor da venda de ingressos para a Copa do Mundo pelo mercado ilegal, atividade praticada por cambistas. Lamine Fofana, ex-jogador franco-argelino, foi preso duas semanas atrás acusado de executar a venda de bilhetes no Brasil.

Ray Whelan foi preso na última segunda-feira, no Rio de Janeiro, mas conseguiu um Habeas Corpus e foi liberado poucas horas depois. As prisões são resultado da Operação Jules Rimet, que já prendeu 11 pessoas após deflagrar o esquema ilegal de venda de ingressos.

AFP
Ray Whelan foi preso na última segunda-feira, mas conseguiu o Habeas Corpus e acabou liberado