Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Completo, Neuer passa confiança a alemães dentro e fora da área

Tossiro Neto, enviado especial Rio de Janeiro (SP)

A boa atuação de Manuel Neuer com os pés, na partida contra a Argélia e em grande parte da Copa do Mundo até aqui, é mais uma das virtudes que o tornam o melhor goleiro do mundo, na opinião dos jogadores da Alemanha, que nesta sexta-feira têm outro grande teste, contra a França, pelas quartas de final.

Um teste no qual seus colegas terão, mais uma vez, a confiança de eventualmente utilizá-lo como líbero, caso seja preciso partir para o ataque e adiantar a primeira linha de defesa. "Se uma equipe joga na frente, como fizemos contra os Estados Unidos ou Argélia, quando a defesa se movimenta muito para frente, é óbvio que o goleiro não pode ficar ali na área, tem que se deslocar. Isso é uma vantagem dele", disse o técnico Joachim Low.

"Quando há um contra-ataque muito rápido, há sempre o risco de alguém receber um passe longo. Você, então, pode ter o goleiro para eliminar esse risco. O Neuer é excelente, poderia ser um meia, porque é qualificado, tem um bom instinto em termos de distância, por isso é que tem tanto valor. Por isso, pode correr esse risco de avançar um pouco", continuou.

Edson Ruiz/Gazeta Press
Goleiro da Alemanha ouviu elogios de seu treinador, Joachim Low, e também do meio-campista Toni Kroos
Neuer como meio-campista? Informado do que havia dito seu treinador, Toni Kroos, um dos melhores da posição no time, sorriu. Mas concordou que o diferencial técnico do goleiro de 28 anos, do Bayer de Munique, realmente impressiona e passa tranquilidade aos jogadores de linha.

"Ele é um jogador extraordinário. Não há ninguém melhor no mundo do que ele. Para nossa filosofia de jogo, ele é importante, vital. Em muitas situações, ele pode tirar com o pé, o que não é normal para um goleiro. Ele é o 11º jogador em campo para nós. É um privilégio, nos dá segurança quando se está em campo. É um goleiro muito completo, sempre presente quando se precisa dele. Tentamos evitar que a bola chegue a ele, mas, se não conseguimos, sabemos que podemos contar com ele 100%", falou o meia.

O mapa de calor de Neuer no site da Fifa comprova que ele povoa tanto a pequena área quanto a saída da meia-lua da grande área. Em quatro partidas disputadas, salvou cinco oportunidades claras de gol adversárias e sofreu três gols, apenas um a mais do que o francês Hugo Lloris, goleiro da equipe menos vazada do torneio, ao lado de Bélgica, Costa Rica e Colômbia.

O duelo entre Neuer e Lloris está marcado para 13 horas (de Brasília) desta sexta-feira, no Maracanã. Quem se classificar enfrentará, na semifinal, o vencedor de Brasil x Colômbia.