Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Conversa com volante, rachão e pênaltis fecham manhã do Brasil

Tossiro Neto, enviado especial Teresópolis (RJ)

Ao final do treino tático desta segunda-feira, véspera da semifinal contra a Alemanha, Luiz Felipe Scolari reservou alguns minutos para, ao lado do coordenador técnico Carlos Alberto Parreira, conversar reservadamente com Luiz Gustavo, volante que voltará ao time após ter cumprido suspensão automática nas quartas de final.

"Cão de guarda" da equipe, Luiz Gustavo conhece muito bem muitos jogadores adversários. Construiu sua carreira praticamente no futebol alemão, tendo atuado de 2011 a 2013 no Bayern de Munique, clube com mais jogadores e que forma a base da seleção treinada por Joachim Low, e joga atualmente no Wolfsburg. Outro brasileiro que tem informações privilegiadas é Dante, zagueiro que atuará na vaga do suspenso Thiago Silva.

Durante o papo com Felipão e Parreira, Luiz Gustavo gesticulou bastante, apontando para algumas regiões do campo, como se estivesse dando conselhos. Em seguida, o treinador o liberou para participar da atividade recreativa, que contou com a participação de todos os jogadores, exceto Júlio César. O goleiro sofreu uma pancada no joelho direito, na última partida, e se poupou treinando separadamente com o preparador Carlos Pracidelli.

Por fim, os jogadores de linha ensaiaram algumas cobranças de pênalti e falta. Nas penalidades, destaque para o meia Oscar e o atacante Jô, que converteram suas duas tentativas. Os batedores de falta foram Oscar, o zagueiro David Luiz (autor de gol contra a Colômbia), o lateral direito Daniel Alves, o lateral esquerdo Marcelo, o meia Willian e o atacante Bernard.

Mais cedo, Felipão comandou um treinamento tático misterioso, com uma série de alterações, a começar pelo retorno do lateral direito Daniel Alves no lugar de Maicon. Júlio César; Daniel Alves, David Luiz, Dante e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Fernandinho e Oscar; Hulk e Fred foi a escalação que iniciou a atividade. Mas também foram testados Willian e outros diversos jogadores. Maicon, por exemplo, também entrou.

A delegação brasileira viaja nesta tarde para Belo Horizonte, palco da partida marcada para 17 horas (de Brasília) desta terça-feira. Felipão e o zagueiro Thiago Silva, suspenso, seguirão antes à capital mineira, de helicóptero, para conceder entrevista oficial da Fifa no Mineirão.