Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Coutinho volta para casa, mas pode sofrer nova amputação

Do correspondente Tiago Salazar Santos (SP)

Terceiro maior artilheiro do Santos Futebol Clube, Coutinho está de volta a cidade em que se consagrou. Foram dois meses internado no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, por causa de complicações com o diabetes. O ex-jogador teve de amputar três dedos do pé esquerdo, mas não se abateu. “Só não vou mais poder bater uma bola”, disse à época.

Nesta quinta-feira, Coutinho, enfim, voltou para casa, para perto dos amigos e familiares. No entanto, o tratamento continua, pois a doença alcançou um estágio avançado e Coutinho não poderá pisar com a perna esquerda pelo menos por seis meses para não correr o risco de ter de amputá-la também.

Antônio Wilson Honório, famoso Coutinho, disputou 457 jogos com a camisa do Peixe, marcando 370 gols, superado apenas por Pelé e Pepe. Muito habilidoso, foi considerado o melhor parceiro que o Rei do Futebol já teve. Com a camisa da Seleção, participou como reserva da campanha do título mundial de 1962, no Chile.

Ricardo Saibun/Santos FC
Coutinho (esquerda), ao lado de Serginho Chulapa, Clodoaldo e Pepe: o ídolo está em situação delicada