Futebol/Copa 2014 - ( )

Dante se irrita e garante que o Brasil não precisa repensar nada

Helder Júnior, enviado especial Belo Horizonte (MG)

O zagueiro Dante reagiu com irritação à humilhante goleada que o Brasil sofreu para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo. Companheiro de Bayern de Munique de muitos dos seus algozes na derrota por 7 a 1 desta terça-feira, o substituto do suspenso Thiago Silva chegou a retrucar repórteres ao sair do Mineirão.

“O Brasil não tem que repensar nada. Você acha que, se ganhássemos hoje, os alemães repensariam o método de trabalho deles?”, rebateu Dante, antes de ouvir que um placar tão dilatado mexeria, sim, com os europeus. “Você acha mesmo? Então, o senhor não conhece os alemães. Eu não acho.”

Sem a mesma habilidade para conter as investidas da Alemanha durante a semifinal, Dante se mostrou decepcionado a cada ataque à Seleção Brasileira de Luiz Felipe Scolari. O zagueiro lamentou bastante ao escutar que entraria na história como um dos vilões do inesquecível e traumático dia 8 de julho de 2014.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Jogador do Bayern de Murique, o zagueiro Dante julga conhecer muito bem os alemães
“Uma geração marcada? Pena que não perguntaram isso depois da Copa das Confederações. Bom, cada um interpreta como quiser”, disse. “Em nenhum momento, treinamos para ver uma estátua nossa onde quer que fosse. Nosso objetivo era só dar alegrias a todos vocês. Se agora estão falando que entramos na história negativamente...”, continuou, dando de ombros.

Ainda de acordo com Dante, o Brasil em nenhum momento se preparou também para ficar em uma situação tão adversa em uma partida de Copa do Mundo. O zagueiro acredita que uma estratégia de jogo mais conservadora atenuaria o vexame contra a Alemanha, porém não seria aceita pela torcida. E acreditou em uma reviravolta até o intervalo, quando a goleada alemã já havia sido configurada.

“Mas sete foi demais e não fez jus às diferenças entre as duas equipes. Vamos ter que analisar com as cabeças frias. Já tive muitas experiências na minha vida e sei como é complicado quando você pensa só nas coisas boas e é surpreendido”, afirmou Dante, antes de dar a última amostra de que acredita ser correto o caminho trilhado pelo Brasil atualmente. “A melhor coisa é nunca perder a sua forma de trabalhar.