Copa do Mundo 2014/ França - ( - Atualizado )

Deschamps reconhece superioridade alemã e destaca atuação de Neuer

Rio de Janeiro (RJ)

Após a terceira eliminação da França para a Alemanha em Copas do Mundo, por 1 a 0, na tarde desta sexta-feira, no Maracanã, o técnico francês Didier Deschamps, que foi campeão mundial em 1998, admitiu a superioridade alemã e ressaltou a experiência como diferencial para o triunfo bávaro.

“Acho que a gente fez o que tínhamos que fazer. A Alemanha é uma equipe mais experiente, administrou bem a vantagem de um gol. Aproveitaram nosso defeito e marcaram de bola parada”, argumentou o comandante dos “Bleus”.

Deschamps ainda lamentou a queda francesa ainda nas quartas de final e destacou a atuação do goleiro alemão Neuer, que fez ótima defesa em chute de Benzema no último lance do jogo: “Temos uma equipe acostumada a grandes encontros e não passaram muito longe da vitória. Sabemos que a Alemanha era um time experiente e de alto nível e não conseguimos passar por pouco. O Neuer fez boas defesas e colaborou para manter o placar. Paramos nas quartas de final. Tinhamos vontade e ambição de ir mais longe, mas não conseguimos”.

Visivelmente abatido com o resultado, o meia Valbuena lamentou as chances perdidas na partida e afirmou que a sorte alemã fez a diferença no resultado final da partida: “Faltou eficiência para acertar a meta. Os alemães não tiveram muitas oportunidades e levaram sorte em um lance de bola parada. Nós criamos mais oportunidades e não conseguimos concluir em gol”, e ainda acrescentou: “Jogamos todas as armas na batalha, mas não conseguimos vencer, estamos bem decepcionados com o resultado”.

AFP
O técnico da França, Didier Deschamps, ressaltou a maior experiência alemã em grandes jogos e destacou a atuação do goleiro Neuer