Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Em encontro com Dilma, presidente do Botafogo ameaça abandonar a Série A

Brasília (DF)

No encontro com a presidente Dilma Rousseff, nesta sexta-feira, o mandatário do Botafogo, Maurício Assumpção, ameaçou abandonar o Campeonato Brasileiro, caso o bloqueio da verba de direitos da transmissão não seja repassada ao Alvinegro. O representante da estrela solitária alega que o impasse age diretamente no cotidiano do clube, que também sofre com dívidas de anos anteriores.

Assumpção expôs a hipótese no encontro que a mandatária petista arquitetou, com 12 presidentes de clubes, em Brasília. A pauta foi uma renegociação de pendências da instituições com o governo. Recentemente, uma decisão judicial determinou o bloqueio do repasse de 100% das receitas alvinegras, provenientes de direito de transmissão. Porém, o clube da estrela solitária também sofre com penhoras de rendas, em função de outros acúmulos.

Excluído do Ato Trabalhista para parcelamento de dívidas, o Botafogo luta para a chegada do montante que lhe é de direito. Porém, fontes ligadas ao clube afirmaram que a saída da elite nacional é uma medida radical, que não deverá ser tomada futuramente.

Engessado com o bloqueio das receitas, nesta semana, o clube acertou a recisão contratual de Jorge Wagner. Camisa 10 alvinegro na disputa da Copa Libertadores da América e detentor de alto salário, o armador não emplacou em General Severiano e encaminhou seu retorno ao Japão.