Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Em prantos, David Luiz lamenta: "Queria ver meu povo sorrindo"

Belo Horizonte (MG)

Assim que o árbitro Marco Rodríguez trilou o apito de misericórdia e encerrou a vitória da Alemanha por 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo, vários jogadores do Brasil se permitiram chorar. Oscar se deitou no gramado, Luiz Felipe Scolari se dividiu entre consolar seus atletas e parabenizar os adversários. David Luiz derramou lágrimas de esguicho.

“Só queria dar alegria ao meu povo. Minha gente sofre tanto”, disse, convulsivamente, o zagueiro. “Infelizmente, não conseguimos. Desculpa a todo o mundo, todos os brasileiros. Só queria ver meu povo sorrindo. Todos sabem quanto eu queria ver o Brasil inteiro feliz por causa do futebol.”

Lágrimas à parte, David Luiz não fugiu do óbvio ao reconhecer a superioridade da Alemanha. “Foram melhores. Eles se prepararam melhor e fizeram um melhor jogo. Tomamos quatro gols em seis minutos ou algo assim. É um dia de muita tristeza, mas de muito aprendizado também na vida”, afirmou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
O zagueiro David Luiz sentiu bastante a derrota do Brasil na semifinal da Copa do Mundo
A conta do beque está quase certa. Em seis minutos, dos 22 aos 28 do primeiro tempo, a vantagem de um gol dos alemães se transformou em uma goleada por 5 a 0. Daí em diante, foi tentar lutar pela dignidade e evitar uma derrota de proporções ainda mais gigantescas.

“Nós nos perdemos um pouco ali. É difícil explicar agora. É um sonho que termina, não do jeito que a gente queria. Aprendi a ser homem em todos os momentos, não vou fugir de nada. Assumo tudo e nunca vou desistir”, comentou David Luiz, antes de prometer: “Um dia, vou alegrar esse povo de alguma forma”.