Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Em Varginha, Boa Esporte vence Bragantino e segue 100% após a Copa

Varginha (MG)

O recesso promovido pela Copa do Mundo mudou o rumo do Boa Esporte no Campeonato Brasileiro da Série B. Após figurar na zona de rebaixamento antes do principal evento do futebol mundial, o Tricolor emplacou sua terceira vitória seguida, nesta sexta-feira, em Varginha. Desta vez, superando o ameaçado Bragantino, pelo placar de 2 a 1. Os gols da vitória mandante foram anotados pelo atacante Fernando Karanga, em noite inspirada. Luisinho descontou para os visitantes.

Assim, a equipe de Nedo Xavier chega aos 17 pontos e passa a sonhar com o ingresso na primeira metade da tabela. Por sua vez, o Massa Bruta segue na degola, amargando o penúltimo posto, com apenas dez somados.

A equipe mineira volta a campo no dia 2 de agosto, sábado, às 21 horas (de Brasília), diante do Ceará. O embate ocorre no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza-CE. Já os paulistas, no mesmo dia, mas às 16h20, recebem o Joinville, em Bragança Paulista-SP.

O jogo – Motivado pela classificação conquistada na Copa do Brasil, diante do Figueirense, o Bragantino começou pressionando em Varginha. Logo aos dois minutos, o jovem volante Fabiano alçou a bola na área e viu o experiente Nunes cabecear por cima do gol mandante. Com 13 jogados, novamente o camisa 9 concluiu com perigo, completando cruzamento de Magno Cruz. Porém, a bola passou à esquerda de João Carlos.

Com 18 jogados, o camisa 10 Clébson escapou da marcação e acionou Marinho Donizete na área. O lateral-esquerdo cruzou para Uálisson Pikachu, que teve sua finalização travada. Aos 25 minutos, o alvinegro Geandro arriscou da intermediária e exigiu defesa, em dois tempos, do arqueiro tricolor.

Antes do intervalo, o Boa Esporte criou uma grande chance de inaugurar o marcador. Uálisson Pikachu escapou pelo setor esquerdo e serviu Fernando Karanga. O camisa 9 invadiu a área livre de marcação, mas parou em defesa milagrosa de Renan, que salvou a conclusão com o pé esquerdo.

Logo no início da etapa complementar, o Tricolor foi às redes, inflamando os torcedores presentes no Melão. Em escanteio cobrado por Éric na direita, o volante Vinícius Hess desviou de cabeça e deixou Fernando Karanga na cara do gol. Livre, o atacante esticou o pé esquerdo para balançar a rede paulista.

Em desvantagem, Bragantino quase anotou seu primeiro tento aos 13 minutos. Acionado na área, Fabiano carimbou Marinho Donizete na conclusão e viu a bola sobrar para Erick. O atacante finalizou firme, mas Ciro Sena evitou o gol em cima da linha. Porém, aos 22 minutos, a defesa mandante nada pôde fazer para conter o empate. Aproveitando bola afastada pela zaga, Luisinho, que entrou no lugar de Nunes, encheu o pé e venceu João Carlos.

Quando o relógio apontou a marca dos 25, Nedo Xavier sacou o cansado Clébson e promoveu a entrada do jovem meia Morato. Dois minutos mais tarde, o Boa Esporte anotou o gol da vitória. Em contragolpe mortal, Uálisson Pikachu escapou pela ponta direita, invadiu a área e cruzou na medida para Fernando Karanga. O camisa 9 concluiu de primeira, no canto, e não deu chances para Renan salvar.

Com o resultado em mãos, o Tricolor se retraiu, com a entrada do volante Betinho na vaga de Uálisson Pikachu, e segurou o Bragantino. Aos 46 minutos, houve o último lance de perigo: em cobrança de falta fechada, executada por Geandro, Thiago Carvalho se antecipou aos dianteiros e salvou o clube da casa, realizando um corte providencial.