Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Ex-goleiro alemão Oliver Kahn critica França: “Não é um grande time”

Paris (França)

Eleito pela Fifa melhor jogador da Copa de 2002, mesmo com as falhas na derrota para o Brasil na final, o ex-goleiro Oliver Kahn segue atento à competição mais importante do futebol mundial. Nesta quarta-feira, o alemão deu seu palpite sobre o adversário de sua seleção nas quartas de final e afirmou que a França não é um grande time, apontando problemas em todos os setores.

Para o arqueiro alemão, o jogo contra a Nigéria, no qual a França sofreu para marcar dois gols no segundo tempo e avançar às quartas de final, mostrou que o próximo adversário da Alemanha tem falhas em setores importantes. Oliver Kahn acredita que a defesa não passa confiança, enquanto o meio de campo tenta encontrar o atacante Benzema a todo instante.

“Não é um grande time. Vimos uma grande quantidade de pontos fracos contra a Nigéria. Principalmente no início, quando o meio de campo foi pressionado, eles não encontraram o Benzema. Criam poucas oportunidades. Quanto à defesa, não é segura. Você sempre terá chances contra eles”, disse o goleiro alemão, em entrevista à publicação francesa Metro News.

A declaração do ex-goleiro não demorou a repercutir entre os jogadores da França. “Temos que responder dentro de campo. Prefiro fazer esse tipo de comentário após a partida. Respeitamos a Alemanha, que tem um bom time, mas também somos capazes e podemos vencê-los”, disse o volante Matuidi, concentrado em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

Com o histórico de decisões em Copa do Mundo, França e Alemanha vão protagonizar mais um jogo importante nesta sexta-feira, às 13 horas (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro. O vencedor deste confronto vai encarar quem passar do duelo entre Seleção Brasileira e Colômbia.

AFP
O ex-goleiro alemão Oliver Kahn afirmou que a França, proxima adversária, não é um grande time desta Copa

Espião alemão elogia franceses

Se Kahn criticou o adversário desta sexta-feira, o observador técnico Christian Wück não poupou elogios à equipe de Didier Deschamps. Wück treina a seleção sub-17 da Alemanha, mas na Copa do Mundo trabalha observando os adversários da Tri-campeã do Mundo.

O treinador esteve no confronto entre França e Nigéria, e reiterou a força da equipe francesa: “É uma equipe muito forte. Os franceses são tecnicamente esclarecidos, têm um bom sistema de jogo e são fortes no desarme. Temos que tomar muito cuidado”.