Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Felipão apoia Fred e assessor em confusão com Chile e ataca Van Gaal

Fortaleza (CE)

Luiz Felipe Scolari saiu do Mineirão no sábado, após se classificar com a Seleção Brasileira nos pênaltis para as quartas de final da Copa do Mundo, prometendo voltar a ser mais agressivo nas entrevistas coletivas. Cumpriu o que disse na primeira oportunidade. Nesta quinta-feira, no Castelão, defendeu Fred e o diretor de comunicações da CBF, Rodrigo Paiva, na confusão com chilenos e não esqueceu de provocar o holandês Louis Van Gaal.

“Um dos jogos das oitavas de final não foi para a prorrogação porque houve um pênalti e o time do senhor que falou em complô para o Brasil foi ajudado”, bufou o treinador brasileiro, que guarda mágoa do comandante do time laranja desde a semana passada e, por isso, contestou o pênalti de Rafa Márquez sobre Robben, nos acréscimos, que decidiu a vitória holandesa por 2 a 1 no domingo.

Van Gaal contrariou Felipão ao dizer que se sente temido pelo Brasil e criticar a Fifa por ver sua chave, o grupo B, ser definido antes da chave da Seleção, dando aos anfitriões da Copa do Mundo a chance de escolher quem enfrentar nas oitavas de final. Scolari ficou indignado com a insinuação.

Em relação a Fred, fez questão de demonstrar espanto com quem duvida da participação do centroavante no jogo contra a Colômbia, nesta sexta-feira. O camisa 9 está sendo investigado pela Fifa por conta dos tapas leves que deu na cabeça do chileno Medel antes do intervalo do jogo de sábado e que poderia ter iniciado a confusão nos vestiários do Mineirão entre membros das duas delegações.

“Não tem nenhum problema com o Fred para ele não jogar porque ele não participou de nada. Só se o problema com o Chile for interpretado de forma diferente, porque não teve nenhum problema de briga. Não tem nada, sem problema algum na situação com a Fifa que eu saiba até agora”, disse o técnico.

Felipão ainda aproveitou o assunto para manter o apoio ao atacante que só fez, até agora, um gol nesta Copa. “Não vejo nenhum problema técnico com o Fred. Pode não estar fazendo os gols que fez anteriormente, mas, no futebol, as oportunidades surgem quando se está preparado para buscando alternativas”, minimizou.

A confusão com os chilenos, contudo, rendeu suspensão de um jogo a Rodrigo Paiva, que também foi defendido por Scolari. “Há uma situação em que algumas pessoas entendem que o Rodrigo tenha participado. Ele participou e revidou, sim, o que foi de ofensa. Se vissem o vídeo, iam ficar chateados com o que foi dito ao Deni (Adenir Silva, massagista da Seleção) e ao (preparador físico Paulo) Paixão. O Rodrigo entrou para defender e, depois, houve uma confusão generalizada”, relatou o técnico.

Wagner Carmo/Gazeta Press
Luiz Felipe Scolari defendeu o atacante Fred e aproveitou para atacar Van Gaal