Futebol/Copa 2014 - ( )

Felipão conta com Neymar e quatro opções para "cão de guarda"

Tossiro Neto, enviado especial Teresópolis (RJ)

A despeito das sequelas que a partida contra o Chile deixou na coxa esquerda e no joelho direito de Neymar, o técnico da Seleção Brasileira não tem a menor dúvida de que contará com seu principal jogador na sexta-feira, diante da Colômbia. Uma das principais dúvidas do treinador é quanto ao substituto de Luiz Gustavo, suspenso pelo segundo amarelo.

Chamado de "cão de guarda" nas redes sociais da Confederação Brasileira de Futebol pela proteção defensiva que oferece, o volante é um dos personagens centrais da equipe, sendo o principal responsável pela marcação no meio-campo. Sua ausência é lamentada, mas o elenco tem várias opções à disposição para substituí-lo no duelo válido pelas quartas de final da Copa do Mundo. A começar por Fernandinho, que ganhou a vaga de segundo volante de Paulinho, mas se oferece a recuar um pouco.

"Fui convocado como primeiro volante também. Assim é que venho jogando na Inglaterra. Joguei a temporada passada toda como primeiro volante. Não tem segredo nenhum", disse. Neste caso, Paulinho poderia ter uma nova chance na escalação titular, em Fortaleza.

Outras alternativas de ofício são Ramires e Hernanes, que igualmente já tiveram experiências logo à frente dos zagueiros na carreira. Já o zagueiro Henrique, usado no meio-campo por Felipão na última passagem de ambos pelo Palmeiras, corre por fora. "Cada jogador tem sua maneira de jogar, um estilo próprio. Se o Felipão optar por colocar outro ali, não tem problema nenhum também. O mais importante é que a gente encontre equilíbrio. Quem entrar, tem que estar bem para a gente segurar esse meio-campo da Colômbia", comentou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Neymar deve jogar, apesar das dores; dúvida é no meio-campo, onde Fernandinho poderá ser recuado
O meio-campo colombiano a que Fernandinho se refere tem como principal nome James Rodríguez, artilheiro do Mundial até aqui, com cinco gols marcados. Um canhoto muito habilidoso, de apenas 22 anos, que foi comprado do Porto pelo Monaco, em 2013, ao preço de 45 milhões de euros. Além dele, o habilidoso Juan Cuadrado tem deu bastante trabalho à marcação dos times adversários na campanha de quatro vitórias da Colômbia em quatro jogos.

"Talvez sejam os dois principais articuladores de ataque da Colômbia. Teremos que ter muito cuidado com esses dois jogadores", receita o brasileiro. "Cheguei a enfrentar o James na Europa. Ele ainda não era o titular, acabou entrando no decorrer do jogo, mas, desde, já vinha mostrando sua qualidade técnica. Ele tem um controle muito bom com a perna esquerda, finaliza muito bem também. Mostrou para todo o mundo que o dinheiro que o Monaco pagou foi muito bem investido. Temos que dar o mínimo de espaço para ele".

O primeiro treino de preparação com todo o grupo da Seleção será na tarde desta terça-feira. Todo o grupo, exceto aqueles que ainda dependerem de cuidados médicos, como talvez dependa Neymar. Segundo o chefe do departamento médico, José Luiz Runco, o atacante pode ser poupado de alguns trabalhos para se recuperar das pancadas dos chilenos.