Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Fifa rejeita punição a Zúñiga e não anulará cartão de Thiago Silva

São Paulo (SP)

Nesta segunda-feira, a Fifa divulgou um comunicado oficial no qual reintera que não haverá punição ao lateral direito da Colômbia Juan Camilo Zúñiga, que desferiu uma joelhada nas costas do atacante da Seleção Brasileira Neymar. Além disso, o pedido da CBF para a anulação do cartão amarelo de Thiago Silva também foi negado e o zagueiro e capitão não poderá participar da semifinal contra a Alemanha, terça-feira, às 17 horas (de Brasília), no Mineirão.

Segundo informou a entidade, o defensor colombiano não pode ser punido já que o lance não deve ser avaliado pela consequência que teve – deixar Neymar fora da Copa – mas sim pela gravidade dentro de campo. Segundo o árbitro da partida, o espanhol Carlos Velasco, Zúñiga nem cartão amarelo mereceu.

"Sobre o requerimento da CBF para a anulação do cartão amarelo de Thiago Silva, o comitê disciplinar decretou que não será possível acatá-lo, em viturde da punição ser legítima de acordo com as regras do jogo". 

A Fifa aproveitou para desejar uma pronta recuperação ao camisa 10 do Brasil e afirmou que o juiz das quartas de final não receberá nenhum tipo de advertência. "Desejamos a Neymar uma rápida e completa recuperação, o mesmo para todos os outros jogadores que ficaram fora da Copa do Mundo por problemas de lesão". 

AFP
Zúñiga não será punido pela entrada que acabou deixando Neymar fora do restante da Copa do Mundo