Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Fluminense decreta luto de sete dias por falecimento de Assis

Rio de Janeiro (SP)

Após o falecimento do ex-jogador Assis, o Fluminense decretou luto oficial de sete dias. O jogador era camisa 10 na equipe e se tornou grande ídolo ao lado do também falecido Washington, com quem formou o famoso “Casal 20”. No Tricolor das Laranjeiras, a dupla conquistou o Campeonato Brasileiro de 1984 e o tricampeonato carioca nos anos de 1983, 1984 e 1985.

“É uma perda muito grande. Assis foi um dos maiores ídolos da história do Fluminense. Marcou uma geração. Um ídolo que tinha uma forte ligação com o clube desde sempre. Hoje é dia de reverenciá-lo por tudo que fez por nós tricolores”, declarou o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, ao site oficial do clube.

Assis morreu na madrugada deste domingo, às 5h30 (de Brasília), em Curitiba. por causa de uma insuficiência renal. O ex-jogador ficou conhecido como “carrasco do Flamengo” por decidir dois estaduais consecutivos em finais contra o principal rival do Tricolor das Laranjeiras.

Bruno Haddad/Fluminense F. C.
Assis faleceu na madrugada deste domingo vítima de uma insuficiência renal
“Uma dor imensa. Se foi a outra metade da melhor, mais charmosa e mais famosa dupla do futebol brasileiro. O que mais posso dizer? Assis, obrigado por ter me feito muito feliz”, disse o vice-presidente de futebol do Fluminense, Mário Bittencourt, também fazendo referência ao Washington.

O Atlético-PR também lamentou a morte do ex-jogador. O site oficial do clube fez uma homenagem através de uma nota com a história de Assis no Furacão, citando a grande importância do ídolo. No fim do texto, o Furacão deixou claro suas condolências a todos amigos e familiares do craque.

A Confederação Brasileira de Futebol se solidarizou com a família do craque. "Os jogadores e integrantes da comissão técnica, bem como o presidente Marin, em nome de sua diretoria e funcionários da CBF, manifestam à família os pêsames pela morte de Assis", publicou a entidade em seu site oficial.

O velório de Assis será neste domingo, às 15 horas (de Brasília), na capela 2 da Unilutus, no bairro de São Francisco, em Curitiba. O sepultamento do ex-jogador será realizado na segunda -feira, às 17 horas (de Brasília), no cemitério Agua Verde, também na capital paranaense.