Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Herói argentino, Romero revela segredo para segurar pênaltis: "Sorte"

São Paulo (SP)

Contestado pelos torcedores alvicelestes, o goleiro Sergio Romero, que defende o Monaco-FRA, teve sua redenção na tarde desta quarta-feira. O arqueiro defendeu dois pênaltis e ajudou a Argentina a vencer a Holanda, após uma igualdade sem gols no tempo normal, pelo placar de 4 a 2. A classificação levou os sul-americanos à decisão da Copa do Mundo, onde encontrarão a Alemanha pela terceira vez.

Entretanto, quando questionado sobre o segredo para defender as cobranças, Romero mostrou sinceridade e bom humor: “Na verdade, é sorte. Essa é a realidade que as pessoas precisam entender. Um goleiro pode acertar o canto e tocar na bola, mas não conseguir defender, como ocorreu hoje (na cobrança de Maxi Rodríguez, que Cillessen espalmou, mas não evitou o tento). Porém, eu também tinha muita confiança no trabalho e agradeço a Deus por ter corrido tudo bem”.

Djalma Vassão/Gazeta Press
"Um goleiro pode acertar o canto e tocar na bola, mas não conseguir defender", disse o "sortudo" Romero
Adiante, Romero discorreu sobre o merecimento dos comandados de Alejandro Sabella na caminhada até a decisão. “Nossa esperança está intacta. E sempre disse que nada vem de graça. Aqui na Argentina nos matamos durante os treinamentos e buscamos fazer o mesmo em campo. Agora, vamos desfrutar da vitória, mas amanhã já pensaremos na Alemanha”, resumiu.

Nas penalidades máximas, a Argentina foi perfeita e marcou com Messi, Garay, Kun Aguero e Maxi Rodríguez. A Holanda foi às redes com Robben e Kuyt, mas desperdiçou com Sneijder, o camisa 10, e Vlaar.

A decisão entre alvicelestes e germânicos ocorre neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Estádio do Maracanã. Um dia antes, brasileiros e holandeses disputam o terceiro lugar, às 17 horas, no Mané Garrincha, em Brasília-DF.