Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Hummels desmente "pacto para não humilhar" e brinca com aulas de inglês

São Paulo (SP)

A cordialidade apresentada pelos alemães durante a Copa do Mundo, principalmente após a expressiva goleada por 7 a 1 aplicada na Seleção Brasileira, não foi repercutida por completo na mídia internacional. Segundo o periódico inglês Daily Mirror, o zagueiro Mats Hummels teria exposto um “pacto para não humilhar” a equipe mandante, ainda no primeiro tempo. Porém, o defensor, em resposta, brincou e disse que deveria ter aulas de inglês novamente.

“Não consigo imaginar que eu disse ‘nós fizemos um pacto para não humilhar o Brasil’ ou algo nesse sentido. Essa não é a maneira que eu falo sobre meus adversários. Disse que ‘ficamos focados e não queríamos tentar humilhá-los’. Talvez eu deveria ter aulas de inglês novamente”, postou o defensor.

AFP
Hummels (5) celebra o primeiro gol de Thomas Muller, que abriu a vitória expressiva sobre o Brasil, por 7 a 1
Na última quarta-feira, Hummels saiu de Santa Cruz Cabrália, “quartel germânico” no Mundial, e foi de helicóptero para o município de Eunápolis, distante cerca de 60 quilômetros. Lá, realizou exames médicos, para analisar as dores musculares que o fizeram sair no intervalo da partida contra os canarinhos. Entretanto, ainda não recebeu a confirmação se poderá atuar na final.

Caso não reúna condições de jogo no Maracanã, o zagueiro deve ser substituído por Mertesacker. Configuração que não alteraria o tradicional 4-5-1 de Joachim Low, que conta com o beque Howedes na posição de lateral-esquerdo.

A final do Mundial, entre Alemanha e Argentina, ocorre neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Estádio do Maracanã. Um dia antes, o Brasil disputa o terceiro posto com a Holanda, em Brasília-DF, no Estádio Mané Garrincha.