Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ídolo de Fluminense e Atlético-PR, Assis morre em Curitiba

Curitiba (PR)

Assis, ídolo do Fluminense e do Atlético-PR, morreu na madrugada deste domingo por problemas renais aos 61 anos de idade. O jogador estava internado em um hospital de Curitiba há algumas semanas e não resistiu às complicações no órgão vital. O ex-atleta deixa mulher e dois filhos.

Ao lado do também falecido Washington, Assis se tornou ídolo tanto do clube carioca como do paranaense. No Furacão, o atleta foi campeão estadual em 1982 e se tornou grande ícone da torcida do Atlético, junto com seu parceiro, onde ficaram conhecidos como “Casal 20”, nome de um seriado de televisão de sucesso na época. Assis se transferiu para o Fluminense em 1983 com o companheiro e, no clube carioca, também fizeram grandes partidas juntos.

Além de marcar a história do futebol ao lado de Washington, Assis ficou conhecido como “carrasco do Flamengo”. Isso porque, o ex-atacante foi responsável por decidir dois campeonatos estaduais pelo Fluminense em decisões contra o principal rival, nos anos de 1983 e 1984.

Bruno Haddad/Fluminense F. C.
Assis ficou conhecido como "carrasco do Flamengo" após conquistar dois títulos estaduais para o Flu
No dia 25 de maio, Assis tinha perdido o seu companheiro e ficou muito emocionado. Washington faleceu de esclerose lateral amiotrófica, uma doença degenerativa. O ex-centroavante estava lutando contra esse doença há anos, já que não tinha cura e o conduziu a uma perda progressiva dos movimentos musculares. Assis sempre deu toda a assistência ao amigo.

O velório de Assis será neste domingo, às 15 horas (de Brasília), na capela 2 da Unilutus, no bairro de São Francisco, em Curitiba. O sepultamento do ex-jogador será realizado na segunda -feira, às 17 horas (de Brasília), no cemitério Agua Verde, também na capital paranaense.