Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Ingresso em nome de filho de vice da Fifa é encontrado com cambista

Rio de Janeiro (RJ)

O nome do filho do vice-presidente da Fifa e mandatário da Associação Argentina de Futebol (AFA), foi encontrado em ao menos um ingresso comercializado de forma ilegal por cambistas. Julio Grondona é pai de Humberto Grondona e o jornalista argentino Andrés Burgo publicou uma imagem de um ingresso com o nome em uma rede social.

Em entrevista ao canal TyC Sports, da Argentina, Grondona admitiu ter vendido entradas a um amigo não-identificado, mas garantiu desconhecer como elas foram parar nas mãos de cambistas.

"Como instrutor da Fifa, me ofereceram entradas para comprar e disse que sim. Comprei quatro para o primeiro jogo, quatro para o segundo, quatro para o terceiro, quatro para as oitavas, quatro para as quartas, dois para uma semifinal, dois para outra semifinal e dois para a final por mil e poucos dólares. Comprei porque sempre há amigos que querem vir e queria presenteá-los, queria que passassem bem. Nesse caso, até as oitavas vendi entradas a um amigo que acabou de me dizer que as deu a outro amigo para ele ir com sua família", explicou.

Exaltado, ele justificou que não precisaria vender um ingresso para ganhar dinheiro. "Você acha que eu me mancharia por 220 dólares? Não f... Graças a Deus eu não preciso desse dinheiro. Vendi porque queria ajudar um amigo".

Reprodução/Twitter
O ingresso está no nome de Humberto Grondona

Além de instrutor da Fifa, Humberto Grondona é membro da delegação argentina na Copa do Mundo no Brasil e técnico da seleção sub-20.

A porta-voz da entidade máxima do futebol, Delia Fischer, ressaltou a necessidade de se obter mais informações sobre o caso antes de qualquer conclusão.

"Estamos trabalhando junto com as autoridades, mas não podemos comentar em cima de rumores, precisamos validar as informações. Precisamos validar os ingressos e rastreá-los. O combate à venda ilegal de ingressos é uma prioridade da Fifa".

Operação no Rio – A operação “Jules Rimet”, da Polícia Civil do Rio de Janeiro, desvendou, nesta semana, um esquema de venda de ingressos que prendeu o franco-argelino Mohamadou Lamine Fofana como principal suspeito.

Nesta quinta-feira, o diretor de marketing da Fifa, Thierry Weil, afirmou, em comunicado, que a entidade confirmaria a veracidade dos ingressos apreendidos pela polícia nesta sexta.

"Os especialistas em ingressos da Fifa vão analisar amanhã (sexta-feira) os ingressos apreendidos para confirmar sua autenticidade e ajudar as autoridades a identificar a fonte dos ingressos e a rastreá-los", afirmou Weil, que ainda negou qualquer ligação da Fifa com Fofana.