Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Júlio César evita contato com bola e faz tratamento no joelho

Tossiro Neto, enviado especial Teresópolis (RJ)

O goleiro Júlio César foi o único jogador da Seleção Brasileira a não ter contato com bola na tarde deste domingo, antevéspera da semifinal contra a Alemanha. Com um trauma no joelho direito, ele ficou em tratamento na academia.

As dores se devem à pancada recebida no pênalti que cometeu no duelo com a Colômbia, na sexta-feira, em Fortaleza. Após se chocar com o atacante Carlos Bacca, aos 32 minutos do segundo tempo, o brasileiro continuou em campo, mesmo sem condições ideais de se movimentar.

Imagens divulgadas pela CBF TV no dia seguinte mostraram o jogador mancando bastante no retorno a Teresópolis. No entanto, segundo o chefe do departamento médico, José Luiz Runco, isso não vai tirá-lo do jogo em Belo Horizonte.

"Ele levou uma pancada no pênalti e está mancando, sim. Mas isso é trauma. Com gelo, anti-inflamatório, repouso e exercício localizado, ele vai evoluir bem, sem problema", assegurou.

Fernando Dantas/Gazeta Press
De calça e tênis, goleiro desceu ao gramado apenas para ver parte final do jogo-treino dos reservas
Neste domingo, Júlio César fez tratamento localizado, na academia do CT, e só desceu para o gramado para acompanhar a parte final do jogo-treino dos reservas contra o time sub-20 do Fluminense. Os jogadores de linha titulares também treinaram com bola, mas sob orientação da preparação física.

O último treino preparatório para a semifinal está marcado para a manhã desta segunda-feira, também na Granja Comary. A delegação segue para Belo Horizonte no período da tarde.