Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Marcelo erra pênalti e abandona treinamento "para ir ao toalete"

Tossiro Neto, enviado especial Teresópolis (RJ)

O lateral esquerdo Marcelo saiu de campo antes do final do treino desta quarta-feira pela manhã, na Granja Comary. O jogador não deixou à mostra nenhum incômodo físico, mas subiu para o interior do CT acompanhado de Rodrigo Lasmar, um dos médicos da Seleção Brasileira.

Mais tarde, a Confederação Brasileira de Futebol informou, "da forma mais educada possível", que o jogador se retirou "para ir ao toalete". O porta-voz da entidade só não explicou por que o médico subiu ao seu lado.

A dois dias da partida contra a Colômbia, válida pelas quartas de final da Copa do Mundo, ele viajará com o grupo para Fortaleza, no início desta tarde. Caso fosse preciso, a opção direta para substituí-lo seria Maxwell, lateral que foi para a equipe titular no momento em que Marcelo pediu para sair, na segunda etapa. Com um jogador a menos, o preparador físico Anselmo Sbragia foi chamado para compor a atividade.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Explicação da CBF foi de que o lateral esquerdo precisou sair de campo para fazer necessidades
No período em que esteve em campo, Marcelo foi pouco exigido. Mas falhou quando o técnico Luiz Felipe Scolari inventou um pênalti para os titulares ensaiarem. Os atacantes Neymar e Fred e o meia Oscar converteram suas cobranças, mas Marcelo, o terceiro jogador da fila a bater, viu o goleiro Victor espalmar a bola no canto esquerdo.

Marcelo foi o terceiro da fila também no sábado, na disputa de pênaltis para valer contra o Chile, pelas oitavas de final, em Belo Horizonte. E balançou a rede. Na ocasião, foram o meia Willian e o atacante Hulk os brasileiros que desperdiçaram suas cobranças, mas foram salvos por duas defesas do goleiro Júlio César e por uma bola na trave do zagueiro Gonzalo Jara.

O fundamento ganha muita importância nesta fase mata-mata da competição. Na sexta-feira, quando enfrenta a Colômbia, às 17 horas (de Brasília) de sexta-feira, em Fortaleza, a Seleção precisará vencer no tempo normal ou na prorrogação para evitar nova disputa de pênaltis.