Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Marin chega à Comary, desce do carro e posa com cartaz de apoio

Teresópolis (RJ)

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, José Maria Marin, chegou à Granja Comary no início da tarde desta quinta-feira. Ao notar a presença de torcedores na entrada do condomínio, ele desceu do carro.

"Quero agradecer, em nome dessas pessoas que me receberam tão bem, a todo o povo brasileiro, pelo apoio à Seleção. Mesmo na derrota, mesmo não tendo conseguido o sonho do hexa, o povo mostrou que está do nosso lado e vai continuar nos apoiando neste jogo de sábado contra a Holanda", disse.

Marin passou alguns minutos ao lado dos torcedores, os poucos que continuam a ficar em frente ao CT, com cartazes de apoio, na esperança de ter contato com os jogadores. Eles pediram liberação ao dirigente para entrar, sem sucesso.

CBF
Presidente da CBF chegou à concentração da equipe nacional para assistir ao treino desta quinta-feira
Sua visita já estava programada e foi anunciada pelo porta-voz da entidade na quarta-feira, quando o técnico Luiz Felipe Scolari respondia a uma pergunta a respeito da ausência de Marin nos momentos mais delicados da Copa do Mundo, como após a derrota por 7 a 1 para a Alemanha, na semifinal.

"Quando terminou o jogo, passados 10 ou 15 minutos, ele estava lá, pedindo para falar com os jogadores, para se posicionar. No almoço antes do jogo também. Não precisamos que ele esteja presente aqui, porque temos o Vilson (Ribeiro de Andrade), que o representa como chefe da delegação. Mas temos telefone, comunicação com o presidente, sempre que precisamos de alguma coisa. Ele está sempre presente, podem acreditar", defendeu o treinador.

O atacante Neymar também é esperado na Granja Comary, na tarde desta quinta-feira. Por conta de uma fratura na terceira vértebra lomobar, ele não participou do jogo contra a Alemanha e também não tem condições de atuar na disputa do terceiro lugar, frente à Holanda, no sábado, mas pediu para ficar ao lado do grupo até a viagem para Brasília.