Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Morre Osmar de Oliveira, comentarista esportivo e ex-médico do Corinthians

São Paulo (SP)

Faleceu na noite desta sexta-feira, aos 71 anos de idade, o médico e comentarista esportivo Osmar de Oliveira. Ele estava internado no Hospital AC Camargo, em São Paulo-SP, após sofrer uma cirurgia para a retirada de um tumor na próstata, mas também sofria com complicações pulmonares. As causas exatas da morte ainda não puderam ser divulgadas, pois não houve autorização familiar.

Dr. Osmar, como era conhecido, formou-se médico em 1969, pela Pontifícia Universidade Católica de Sorocaba. Especialista em medicina esportiva, trabalhou no Corinthians, no Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e também na Seleção Brasileira de basquete.

Futuramente, em 1979, concluiu o curso de Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero e exerceu o cargo de comentarista esportivo na Gazeta (televisão e rádio), onde cobriu a Copa do Mundo da Argentina. Após participar de programas como Mesa Redonda – ao lado de nomes como Dalmo Pessoa e Geraldo Blota –, passou pelas emissoras SBT, Manchete, Cultura, Record e Globo. Seu último trabalho ocorreu na Bandeirantes.

Em julho de 2013, Dr. Osmar teve um enfarto e atribuiu a enfermidade à atuação do árbitro paraguaio Carlos Amarilla, em partida que eliminou o Corinthians da Copa Libertadores da América. Na ocasião, o empate em 1 a 1 classificou o Boca Juniors de Riquelme à fase seguinte.

Como homenagem aos serviços prestados ao clube do coração, Osmar de Oliveira viu seu nome ser escolhido para o Centro de Preparação e Reabilitação (CEPROO) do Timão. Local onde os atletas alvinegros realizam trabalhos específicos de fortalecimento e tratamento de lesões e contusões.

Divulgação/Facebook
Osmar de Oliveira foi formado em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e trabalhou na TV e Rádio Gazeta