Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Neymar liga para Felipão e decide ficar com o grupo até sábado

Tossiro Neto, enviado especial Teresópolis (RJ)

Mesmo com uma fratura na vértebra lombar e avisado pelo chefe médico da Seleção Brasileira de que está fora da Copa do Mundo, Neymar voltará a se juntar à delegação nesta quinta-feira, dois dias após a derrota para a Alemanha e dois dias antes da disputa do terceiro lugar.

Segundo o porta-voz da Confederação Brasileira de Futebol, o atacante telefonou para o técnico Luiz Felipe Scolari na manhã desta quarta-feira, dia seguinte à derrota vexatória por 7 a 1 para os alemães, e lhe comunicou que se reapresentará na Granja Comary para ficar ao lado dos companheiros de equipe.

Havia expectativa de que o jogador pudesse viajar para Belo Horizonte para acompanhar a semifinal, porém, em conversa com seus familiares, ele decidiu permanecer em repouso em casa, no Guarujá, onde se recupera desde sábado passado, quando deixou de helicóptero a concentração do time, em Teresópolis.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Atacante e o presidente da CBF, José Maria Marin, devem aparecer na Granja Comary nesta quinta-feira
"Tudo depende do quadro de dor dele. Nada é proibido, isso não iria comprometer em nada a recuperação, a consolidação da fratura. Agora, ele vai ter que ficar sentado, em uma posição confortável no avião. Se ele se sentir confortável, não vejo problema. Só o tempo é que vai nos dizer se será possível ou não", dissera o chefe do departamento médico, José Luiz Runco.

Quem também deve seguir para o CT nos próximos dias é o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, José Maria Marin. O mandatário, que fez visitas pontuais à delegação desde o início do Mundial, informou que quer acompanhar o elenco nos últimos treinamentos antes da disputa pelo terceiro lugar, contra Argentina ou Holanda.