Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Passeio sobre o Brasil dá à Alemanha "artilharia" da história das Copas

Belo Horizonte (MG)

O gol de Schurrle que fechou a histórica goleada alemã sobre a Seleção pouco piorou o estado de espírito do torcedor brasileiro, mas é mais um indício da superação germânica sobre o antigo futebol arte canarinho. O vexame por 7 a 1 amargado no Mineirão nesta terça-feira fez com que o time verde e amarelo perdesse a vaga na final, o rumo e a liderança no ranking de maior goleadora da história das Copas do Mundo.

A Alemanha agora tem 221 tentos anotados em Mundiais, o melhor número entre todos os países que já disputaram o torneio. O segundo colocado é exatamente o Brasil, que balançou as redes uma vez menos nas vinte edições que disputou. O impressionante nos números germânicos é que eles estiveram ausentes da Copa do Mundo duas vezes, em 1930, no Uruguai, e em 1950, em solo brasileiro.

Se os alemães foram banidos do primeiro Mundial disputado no País, no segundo compensaram humilhando a maior campeã. O passeio de Klose, Muller e cia. é a vitória mais larga entre as semifinais de toda a história das Copas. O triunfo ainda rende aos germânicos uma vaga em sua oitava final, uma a mais que o Brasil.

Os comandados de Joachim Low esperam o vencedor do duelo entre Holanda e Alemanha para conhecer seu próximo adversário nesta Copa do Mundo. A segunda semifinal será disputada a partir das 17 horas (de Brasília) desta quarta-feira, enquanto a grande decisão seár disputada no Maracanã no domingo.

AFP
Quem mais contribuiu para a Alemanha bater o recorde foi Miroslav Klose, atacante que nesta terça marcou seu 16º gol em Mundiais e tirou de Ronaldo Fenômeno o posto de maior goleador das Copas (foto: Adrian Dennis)