Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Pelé lamenta lesão de Neymar e lembra bicampeonato mundial em 1962

São Paulo (SP)

A lesão que tirou Neymar da Copa do Mundo entristeceu toda a nação brasileira, inclusive o melhor jogador de futebol de todos os tempos, o Rei Pelé. O ex-atleta se solidarizou com a situação do craque da Seleção Brasileira e lembrou o Mundial de 1962. Na ocasião, Pelé se machucou no segundo jogo e não participou mais da competição, mas mesmo assim o Brasil acabou levando o bicampeonato.

“Neymar foi criado no meu Santos e dói muito nossos corações saber que ele não poderá continuar defendendo o Brasil nesta Copa. Eu também me machuquei na Copa de 1962, no Chile, e fiquei fora durante o resto do torneio, mas mesmo assim Deus ajudou o Brasil a ganhar o campeonato. Espero que o mesmo aconteça com a nossa Seleção nesta Copa”, escreveu Pelé em sua conta oficial no Twitter.

Em 1962, Pelé iniciou a Copa como promessa e grande candidato a craque da competição. Apesar disso, o camisa 10 acabou sofrendo um estiramento no segundo jogo do Mundial, contra a Tchecoslováquia, e não conseguiu participar de mais nenhum duelo desta Copa, realizada no Chile. Amarildo foi o responsável por carregar a responsabilidade de jogar no lugar do Rei até a final do torneio, no qual o Brasil levantou a taça de campeão.

AFP
Neymar sofreu uma joelhada aos 42 minutos do segundo tempo e teve a terceira vértebra lombar quebrada
Neymar sofreu uma fratura na terceira vértebra lombar após levar uma joelhada nas costas do colombiano Zúñiga no confronto de sexta-feira. O lance foi aos 42 minutos do segundo tempo da vitória da Seleção Brasileira por 2 a 0, sobre a Colômbia.

Pentacampeão mundial com o Brasil em 2002, o goleiro Marcos também se solidarizou com a situação do craque brasileiro através de sua conta oficial no Facebook. “Já me machuquei bastante e sei o quanto é difícil não poder jogar! Boa recuperação Neymar! Tenho certeza que a nossa seleção vai correr em dobro para alegrar você e todos nós torcedores!”, escreveu o ídolo palmeirense.