Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

"Preferia enfrentar o Brasil com Neymar", diz capitão alemão Lahm

São Paulo (SP)

A ausência do camisa 10 Neymar, vítima de uma joelhada do lateral colombiano Zúñiga, não causou decepção apenas nos torcedores da Seleção Brasileira. Capitão da Alemanha, adversária dos canarinhos nas semifinais da Copa do Mundo, o experiente lateral Lahm lamentou a fratura na vértebra sofrida pelo dianteiro e afirmou que desejava o enfrentar na competição.

“Neymar é um jogador sensacional, que mostrou toda sua classe durante o Mundial. Queremos sempre competir com os melhores. Por isso, preferia enfrentar o Brasil com ele em campo. Mesmo assim, sabemos que será uma tarefa difícil para nós, pois o Scolari dispõe de jogadores suficientes para ocupar a vaga”, declarou, em entrevista ao periódico Bild.

AFP
"Queremos sempre competir com os melhores", disse o capitão Lahm, lamentando a ausência de Neymar
Após terminarem a primeira fase como líderes do Grupo G, com vitórias sobre Portugal (4 a 0), Estados Unidos (1 a 0) e um empate com Gana (2 a 2), a Alemanha passou por Argélia, na prorrogação, e França, pelo placar mínimo, para chegar às semis.

Já o Brasil se prepara para o duelo também sem poder contar com o zagueiro – e capitão – Thiago Silva, que acabou suspenso no compromisso contra os cafeteiros. Assim, é esperado que Dante, que atua no Bayern de Munique-ALE, assuma o posto, ao lado de David Luiz. Para a vaga de Neymar, os mais cotados são Willian, Ramires e Bernard.

O duelo entre brasileiros e germânicos, em reedição da final de 2002, está marcado para terça-feira, às 17 horas (de Brasília), no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MG. Quem avançar terá pela frente Holanda ou Argentina na decisão.