Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Sabella entende que Argentina poderia ter vencido no segundo tempo

São Paulo (SP)

Na tarde desta quarta-feira, a Argentina aumentou o drama vivido por muitos brasileiros, chegando à final da Copa do Mundo, contra a Alemanha – a terceira entre as seleções. Porém, a classificação veio na disputa por pênaltis, diante da Holanda, pelo placar de 4 a 2, após uma igualdade sem gols nos 120 minutos.

Responsável por conduzir os alvicelestes à decisão, o técnico Alejandro Sabella mostrou-se satisfeito, mas expôs que os sul-americanos poderiam ter saído vitoriosos no segundo tempo: “A partida foi muito difícil e fechada para nós, mas o triunfo poderia ter vindo na etapa final. Porém, o futebol é assim mesmo. Fico muito contente e nada vai tirar a minha grande alegria”.

Adiante, o técnico foi enfático quando questionado sobre a partida contra os germânicos: “Já temos dois títulos, agora vamos ver o que podemos fazer. Hoje atuamos em um ritmo forte, com muita intensidade e nos desgastamos. Porém, vamos dar tudo de nós. O trabalho intenso terá prosseguimento em nosso cotidiano. Vamos preparar nosso elenco para mais um compromisso importante”.

A final do Mundial ocorre neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Estádio do Maracanã. Um dia antes, no Mané Garrincha, em Brasília-DF, o Brasil disputa o terceiro lugar com a Laranja Mecânica.

AFP
"O triunfo poderia ter vindo na etapa final", admitiu Sabella, que terminou a partida comemorando a vaga