Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Thiago Silva cita Senna e Oscar em desabafo após classificação

Fortaleza (CE)

Escolhido como capitão da Seleção Brasileira pelo técnico Luiz Felipe Scolari, Thiago Silva foi intensamente questionado pela postura emocional durante o jogo com o Chile. Após marcar um dos gols da classificação à semifinal contra a Colômbia, o zagueiro lembrou antigos ídolos nacionais ao desabafar.

“Tanto o Senna quanto o Oscar, atletas de outros esportes, se entregavam de corpo e alma. Acho que era por isso que tinham aquele choro. O meu não é diferente. Tenho emoção, porque me entrego de corpo e alma para o time”, argumentou Thiago Silva ainda no gramado do Castelão, nesta sexta-feira.

Nos momentos que antecederam a cobrança de pênaltis diante do Chile, o capitão brasileiro se afastou do grupo e, cabisbaixo, foi animado pelos companheiros. Nos dias seguintes, acabou questionado pela suposta falta de preparo emocional para liderar a equipe.

“Eu não via a hora de começar esse jogo, porque as pessoas falam muito em emoção. De repente, quem não se emociona não cumpre bem o seu papel dentro de campo”, declarou Thiago Silva, autor do primeiro gol do Brasil na vitória por 2 a 1 contra a Colômbia.

Com dois cartões amarelos, o zagueiro não participará do confronto com a Alemanha, pela semifinal da Copa do Mundo, marcado para as 17 horas (de Brasília) da próxima terça-feira, em Belo Horizonte. Thiago Silva lamentou a suspensão, mas manifestou confiança nos possíveis substitutos.

“O Dante e o Henrique têm totais condições de jogar bem e suprir minha ausência. O lance do cartão foi bobo. Eu estava voltando para defender e não tive nem como sair da jogada. Não sei se a interpretação dele (árbitro) foi certa, mas infelizmente são coisas que acontecem. Não estou aqui para julgar ninguém”, afirmou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Criticado por choro, Thiago Silva abriu o placar na vitória do Brasil sobre a Colômbia por 2 a 1