Atletismo/ Desafio Mano a Mano - ( - Atualizado )

‘Ansioso’, Bolt convoca torcida para prestar apoio no Mano a Mano

Rio de Janeiro (RJ)

Maior velocista do mundo, o jamaicano Usain Bolt está ansioso para voltar a correr no Desafio Mano a Mano, em pista de 100, montada na Praia do Leme, no Rio de Janeiro. O “Raio” repete o ano passado e é a maior estrela da 2ª edição do evento, que será disputado neste sábado e domingo.

”Estou ansioso para voltar ao Rio, a atmosfera no ano passado foi incrível e eu espero que os fãs compareçam novamente para dar apoio”, disse Bolt. “Lembro de olhar pela janela do meu quarto e ver os fãs chegando à pista construída na praia esperando o evento começar, foi fantástico”, completou o campeão olímpico e mundial.

Bolt fará duelo neste domingo, dia 17, contra o americano Wallace Spearmon, o inglês Marl Lewis-Francis, além de um brasileiro vencedor de uma eliminatória disputada no sábado. O carioca Jefferson Lucindo não escondeu a felicidade de poder representar o Brasil em um desafio contra o homem mais rápido do mundo. Fora ele, Aldemir Gomes, Jefferson Vides e José Carlos Moreira também competirão por uma vaga no Mano a Mano.

AFP
O jamaicano Usain Bolt será a estrela do Desafio Mano a Mano, realizado na Praia do Leme, no Rio de Janeiro (Foto: Andrej Isakovic)

“Estou feliz demais com a oportunidade e mais ainda em saber que estarei representando meu país em um grande evento no Rio de Janeiro, onde nasci e que será cenário dos próximos Jogos Olímpicos. É ótimo ter a oportunidade de ter meus amigos e familiares me prestigiando”, festejou Jefferson Lucindo.

Já entre as mulheres, a maior estrela é a campeã olímpica e mundial, Carmelita Jeter, que também demonstra ansiedade em correr nas areias cariocas. Essa é a primeira vez que a competição feminina do Mano a Mano contará com atletas internacionais. Jeter enfrentará a jamaicana Schillonie Calvert, a americana Cleo Vanburen e uma brasileira, que assim como no masculino, vencedora de uma eliminatória no sábado. Ana Cláudia Lemos, Evelyn dos Santos, Franciela Krasucki e Rosângela Santos tentarão a vaga.

“Nunca estive no Brasil antes e depois de assistir à Copa do Mundo pela televisão, mal posso esperar para chegar logo. Estou muito ansiosa para competir no Brasil”, disse Carmelita.