Atletismo/ Desafio Mano a Mano - ( - Atualizado )

Quatro brasileiros disputam vaga para correr com Bolt no Mano a Mano

Rio de Janeiro (RJ)

Quatro velocistas brasileiros vão brigar por uma vaga para competir com o homem mais rápido do mundo, o jamaicano Usain Bolt, no Desafio Mano a Mano, na prova dos 100m, que acontecerá nos dias 16 e 17 de agosto, na Praia do Leme, no Rio de Janeiro. São eles: Aldemir da Silva Júnior, José Carlos Gomes Moreira, Jefferson Liberato Lucindo e Jorge Henrique da Costa Vides.

A eliminatória entre eles será no dia 16. O inglês Mark Lewis-Francis e o americano Wallace Spearmon também correrão no evento.

O duelo dos brasileiros será entre experiência e juventude, já que José Carlos, de 30 anos, e Aldemir, com apenas 22, já disputaram uma Olimpíada, enquanto Jefferson, com 23, e Jorge Henrique, com 21, sonham em participar dos seus primeiros Jogos Olímpicos. Mais velho entre os participantes, José Carlos Moreira conquistou o quarto lugar no revezamento 4x100m com a equipe do Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, mesma prova disputada por Aldemir da Silva Junior, em Londres 2012.

AFP
Quatro brasileiros vão disputar uma vaga para correr contra o homem mais rápido do mundo, o jamaicano Usain Bolt (Foto: Ben Stansall)

Já no feminino, Ana Cláudia Lemos, Evelyn Santos, Franciela Krasucki e Rosângela Santos disputarão uma vaga para correr contra a supercampeã olímpica e mundial, a norte-americana Carmelita Jeter. A jamaicana Schillonie Calvert e a americana Cleo Vanburen também participam da prova.

As participantes brasileiras se conhecem muito bem por estarem juntas na equipe do Brasil no revezamento 4x100m que bateu o recorde sul-americano no Mundial de Atletismo de 2013, realizado em Moscou. Além disso, Ana Cláudia, Franciela e Rosângela foram medalha de ouro na mesma prova no Pan-Americano de Guadalajara, em 2011.

A arena do Mano a Mano será montada nas areias do Leme. As grandes novidades para este ano são a distância, que passa de 150m para 100m e a presença de grandes nomes internacionais também na disputa feminina.