Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Abel revela decepção e considera injustas derrotas seguidas

Porto Alegre (RS)

Quando o Internacional finalmente encostou no líder Cruzeiro, perdeu duas partidas seguidas no Brasileirão. As derrotas para São Paulo e Atlético-MG, definitivamente, não estavam nos planos colorados. Após o 1 a 0 sofrido diante do Galo, neste sábado, em Belo Horizonte, o técnico Abel Braga, visivelmente frustrado, lamentou que os dois resultados negativos tenham ocorrido em partidas onde sua equipe, segundo ele, merecia melhor sorte.

“Estou muito decepcionado, essas derrotas marcaram muito para mim. Se você for analisar os dois jogos, será que é justo a gente não ter pontuado em nenhum dos dois? Eu acho que não. Depois de um jogo fantástico a gente perdeu de novo. A decepção é total”, admitiu Abelão.

O treinador colorado isentou o centroavante Rafael Moura de qualquer culpa, mesmo após ter perdido duas grandes chances, uma delas sem goleiro. Revelou também que Otávio chorou no vestiário por ter perdido a bola que resultou no gol atleticano: “a responsabilidade pela derrota tem que ser minha. O Rafael é um grande profissional e atleta. Não preciso trabalhar o psicológico com ele. Preciso com o Otávio, que perdeu a bola e estava chorando no vestiário”, disse o técnico.

Alexandre Lops/SCI
Internacional voltou a perder no Brasileirão; Desta vez, algoz foi o Atlético Mineiro

No Brasileiro, o Internacional tentará recuperação sábado, contra o Palmeiras, no Pacaembu. Antes, porém, a equipe vai “trocar o chip”, como os próprios atletas do Inter costumam dizer: quarta, o Colorado dá um tempo no campeonato nacional e estreia na Sul-Americana contra o Bahia, no Beira-Rio.