Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

América-MG empata com Sampaio e seca adversários para manter ponta

São Luis (MA)

O América-MG foi até o Maranhão com o intuito de conquistar o primeiro turno da Série B do Brasileiro, mas os americanos encontraram um adversário complicado pela frente. Coelho e Sampaio Corrêa ficaram no empate sem gols, em duelo realizado nesta sexta-feira, no estádio Castelão, em São Luís. O placar obriga a torcida americana a secar Vasco e Ceará, que ainda vão jogar na rodada.

Com o resultado, o Coelho vai aos 33 pontos e para ficar com o título do primeiro turno vai precisar torcer contra Vasco e Ceará, que podem no máximo empatar seus jogos. Neste caso as equipes empatam na pontuação, mas os mineiros levam vantagem nos critérios de desempate. Já o Sampaio Corrêa chega aos 28 pontos no bloco intermediário.

Na sequência da Série B do Campeonato Brasileiro, o América-MG terá compromisso contra o Vasco, jogo no dia 6 de setembro, no Independência. Já o Sampaio Corrêa terá um tempo menor de preparação já que volta a campo na terça-feira, para duelar contra o Paraná Clube, na Vila Capanema.

O jogo – O duelo no Castelão começou com equilíbrio de forças, mas aos poucos, o América-MG passou a agredir com mais de intensidade, principalmente pelas laterais do campo. Como o Sampaio Corrêa também apresentou boa movimentação do meio-campo para frente, o jogo acabou agradando ao bom público que resolveu prestigiar a partida.

Aos dez minutos, o avante Obina mostrou que sabe jogar fora da área e arriscou chute colocado que passou muito perto do travessão de Rodrigo Ramos, assustando o torcedor maranhense. Depois da pressão inicial os americanos passaram a priorizar a marcação e as saídas rápidas para o ataque.

Arte GE.Net
Com essa nova configuração, o confronto passou a ter poucos espaços e muitas disputas de bola no meio-campo. Chamou a atenção o grande número de bolas levantadas nas duas áreas, quase sempre da intermediaria, o que facilitou a vida dos defensores. O América-MG tentou usar a velocidade do atacante Diney, mas o atleta pouco produziu.

O técnico Moacir Júnior tentou surpreender com o avanço dos volantes, o que poderia ter resultado em gol, mas Andrei Girotto furou em um bom lance dos visitantes. Aos 29, a equipe da Bolívia querida respondeu com chute cruzado de Edgar, que foi interceptado antes de chegar ao goleiro Fernando Leal.

No fim do primeiro tempo os donos da casa conseguiram controlar melhor o jogo, acuando os mineiros, que não conseguiram encaixar os contra-ataques. Aos 39, Willian Simões fez jogada individual e acertou a trave americana, no rebote, William Paulista bobeou e não conseguiu completar para as redes, mas a jogada serviu para animar a torcida no Castelão.

Na etapa final, o desenho tático do duelo mostrou uma América-MG com linhas de marcadores recuadas e um Sampaio Corrêa procurando o ataque, mas com dificuldades criativas. Dessa forma, o jogo ficou muito concentrado no setor de meio-campo, com as finalizações aparecendo somente nos momentos em que algum atleta buscava o lance individual ou nas bolas paradas.

Para tentar colocar fogo no jogo, o técnico Lisca promoveu a entrada de Pimentinha, que abusou da velocidade para cima dos zagueiros visitantes e conseguiu criar algumas jogadas, acuando ainda mais o Coelho. Aos 26, Willian Paulista foi lançado em profundidade e bateu na saída de Fernando Leal, que salvou o América-MG.

Vacilando na defesa, os mineiros permitiram o crescimento dos donos da casa, e aos 30, André derrubou Willian Simões dentro da área, o arbitro Elmo Alves Resende Cunha não titubeou e marcou pênalti. Eloir foi para cobrança e acertou o canto esquerdo de Fernando Leal, mas bola caprichosamente carimbou a trave, frustrando a torcida maranhense em um dia que a bola não entrou.