Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

América-MG vence Luverdense no Horto e volta ao G4 da Série B

Belo Horizonte (MG)

O América-MG se recuperou na Série B do Brasileiro ao vencer o Luverdense por 2 a 0, em jogo realizado nesta terça-feira, no estádio Independência. O Coelho vinha perdendo rendimento nas últimas partidas, e depois de duas derrotas seguidas conseguiu se reabilitar e voltar a ocupar uma vaga no G4 do Brasileiro.

O primeiro gol do jogo foi anotado pelo meia-atacante Mancini, que apareceu bem na área para completar cruzamento de Obina, que fez o segundo aproveitando vacilo do zagueiro adversário. O time americano promoveu uma verdadeira blitz ofensiva no começo da partida, mas diminuiu o ritmo e deixou de construir uma vantagem ainda maior. O triunfo, porém, foi suficiente para recolocar o América-MG no G4 com 29 pontos, contra 27 do Luverdense.

Na sequência da Série B do Campeonato Brasileiro, o América-MG terá pouco tempo para se preparar já que na sexta-feira, o Coelho volta a campo para receber a Ponte Preta, no Independência. Já o Luverdense vai atuar no sábado, em duelo em casa contra o Joinville.

O jogo – Jogando em casa, o América-MG iniciou a partida com mais volume de jogo, e logo aos três minutos teve ótima chance de marcar com o avante Obina, mas o goleiro Gabriel Leite fez grande defesa. No minuto seguinte, o Coelho teve nova chance salva pelo Luverdense praticamente em cima da linha do gol.

A pressão americana não demorou a surtir efeito, e aos oito minutos, Obina foi à linha de fundo e cruzou com perfeição para Mancini, que na posição de centroavante dominou e finalizou com categoria para abrir os trabalhos no Independência. Mesmo em vantagem no marcador, o time da casa seguiu pressionando sem diminuir o ritmo.

Arte GE.Net
Acuado no campo de defesa, a equipe de Lucas do Rio Verde apostou nos contra-ataques, que não deram muito resultado no primeiro tempo. Depois de promover uma verdadeira blitz contra os visitantes, o América-MG tirou o pé do acelerador, mas continuou com mais posse de bola ofensiva, criando chances de ampliar a contagem.

Preocupado com a postura do Luverdense, o técnico Júnior Rocha tentou acalmar os atletas, pedindo mais tranquilidade na hora do passe, mas a equipe seguiu errando muito, facilitando a vida dos defensores americanos. Com as peças mais bem posicionadas, o Coelho deu poucos espaços para os visitantes, que não tiveram a criatividade necessária para criar as jogadas.

Na volta para o segundo tempo, o América-MG deu um verdadeiro banho de água fria no time do Luverdense. Aos cinco minutos, o zagueiro Braga vacilou na frente do atacante Obina, que roubou a bola e teve a frieza necessária para tocar na saída de Gabriel Leite balançando as redes e levando o torcedor americano à loucura no Horto.

Com boa vantagem no placar, o Coelho passou a priorizar a marcação, dando sobrevida aos visitantes, que partiram para o tudo ou nada. Aos 16, o Luverdense teve a primeira chance real de marcar com Misael, mas parou nas mãos do goleiro Fernando Leal, que fez grande defesa. A falta de criatividade, porém, seguiu sendo o grande inimigo da equipe de Mato Grosso.

Aproveitando este ponto fraco, o América-MG praticamente abdicou de jogar em favor de administrar o resultado. Os donos da casa passaram a valorizar a posse de bola em excesso, estratégia que não agradou ao público, mas garantiu os três pontos e um lugar ao Coelho no G4 da Série B.