Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Após empate com Bahia em casa, Doriva não é mais técnico do Furacão

Curitiba (PR)

O domingo não foi bom para os técnicos dos dois principais times paranaenses. Depois de Celso Roth, do Coritiba, que caiu à tarde e foi substituído por Marquinhos Santos, agora é Doriva, do Atlético Paranaense, que ficou sem o emprego. O anúncio foi feito pela diretoria do Furacão menos de uma hora após o término da partida diante do Bahia, que terminou em um empate sem gols na Arena da Baixada.

O treinador assumiu o Rubro-Negro durante a intertemporada realizada na pausa do Campeonato Brasileiro para a disputa da Copa do Mundo. Após um início promissor, levando o time aos G4, seu trabalho passou a ser questionado a partir da derrota em casa para o Fluminense, quando insistiu em um esquema com três atacantes e viu o time ser envolvido. Para mudar a formação, optou pela saída artilheiro Douglas Coutinho da equipe. O empate diante do Tricolor de Aço foi o terceiro jogo seguido sem vitória e distanciou a equipe do G4.

Quem assumirá interinamente o Atlético será Leandro Ávila. O assistente, aliás, pegou um time com uma péssima campanha após a queda de Miguel Ángel Portugal e iniciou uma arrancada, se credenciando para ficar com o cargo. A situação agora pode se repetir caso tenha um bom início d Copa do Brasil, diante do América-RN, agora com outro final, com uma possível efetivação.

Divulgação/C. Atlético Paranaense
Doriva deixa o comando técnico do Atlético-PR após mais um resultado ruim do Furacão