Futebol/Futebol Internacional - ( - Atualizado )

Após temporada "no limite", CR7 quer alcançar melhor nível "em alguns dias"

Madri (Espanha)

A temporada 2013/14 do futebol europeu teve Cristiano Ronaldo em seu auge. Os recordes quebrados resultaram na melhor temporada individual do atacante e renderam “la Decima” Liga dos Campeões da Europa ao Real Madrid. Em entrevista ao Marca, o camisa 7 merenguerevela os sacrifícios da última campanha e espera alcançar seu melhor nível o mais cedo possível.

“Não se ganha nada na vida sem sacrifício e às vezes é preciso arriscar”, defende Cristiano Ronaldo ao tratar de sua lesão no joelho. “Talvez em outras circunstâncias eu tivesse agido de forma diferente, mas estávamos envolvidos em grandes competições – como a Liga dos Campeões e a Copa do Mundo – e isso é mais difícil”, lembra, explicando os motivos de ter optado por jogar a final da Champions League longe de ter condições físicas ideais para isso.

Na história temporada, ele bateu o recorde de gols em uma única edição do torneio continental ao balançar as redes 17 vezes. O desempenho com o Real Madrid criou grande expectativa para a campanha de Portugal na Copa do Mundo, mas a contusão diminuiu bastante o poder de fogo do gajo. Assim, limitado pelo desgaste, ele amargou eliminação ainda na primeira fase com seus compatriotas e mostra sentir muito pela má campanha.

“Às vezes levo meu corpo ao limite, mas todo atleta altamente competitivo faz o mesmo. Me sinto melhor, sinto que as coisas têm corrido bem. Na pré-temporada tive altos e baixos, o que é normal em uma turnê com o Real Madrid. Há viagens, cansaço, espera em aeroportos, tudo o que não permite que você trabalhe bem. Melhorei na semana passada, mas preciso de mais alguns dias para estar no meu melhor. Muito em breve estarei”, promete o camisa 7, avisando aos adversários que a máquina merengue de fazer gols está de volta.

AFP
Quarto maior artilheiro da história do Real, Cristiano já anotou um nesta temporada (foto: Gerard Julien)